sábado, 21 de fevereiro de 2009

A história da lata andante

Mudei-me. Saí do apartamento que dividia com 2 companheiros de trabalho e estou agora a residir em uma casa grande, bastante austera na decoração e vazia de gente. Vou compartilhá-la com colegas que atualmente estão em férias no Brasil.
Este preâmbulo é só para situar os acontecimentos.
Pois bem. Estava eu a ler um livro em frente à televisão, deitada no sofá que fica no único aposento claro e iluminado da casa. No andar térreo.


Abri uma latinha de Cuca, estava quente o dia. Era dia claro, claríssimo.
Coloquei a lata em cima da mesa de apoio e o copo no chão, ao alcance da mão.
Entretida com o livro, notei um movimento à minha esquerda, quase fora do campo visual. Virei a cabeça e vi: a lata de Cuca estava a se mover sobre a mesa. Sozinha. Andou uns 30 centímetros. Tive que desimpedir o caminho, obstruído que estava pelo controle remoto da TV. A lata ainda deu uma voltinha, rodou sobre o seu eixo, e parou.


A história é verdadeira.
Explicações são desnecessárias.

8 comentários:

  1. E voce vai mesmo morar nessa casa?????

    Ou vai mesmo continuar bebendo a tal bebida???

    ResponderExcluir
  2. M. Jo., como dizia o bardo ingles... "hà mais coisas entre o céu e a terra..."
    bjs

    ResponderExcluir
  3. Pode até ser que Shakespeare estivesse com a razão,não obstante, não custa nada trazer um padre para benzer a casa. Ninguém deseja uma versão Não-Hollywoodiana de "O Exorcista" , ou de "Poltergeist".

    ResponderExcluir
  4. joaninhadelá21/02/2009 20:00

    feitiço..bruxaria...cazumbi..
    trabalho..fantasminha..alma penada??
    acho q é tudo imaginação fertil das nossas cabeças..
    com o calor, os corpos dilatam, lei da fisica, pode ser q tenha sido apenas isso mesmo..do calor mesmo..;)
    viva em paz!;)

    ResponderExcluir
  5. Acho que devo prestar algumas informações adicionais:

    1 - Cuca é apenas uma marca de cerveja angolana,não é nenhum chá de trombeta.

    2 - A lata era a primeira do dia e estava dentro do prazo de validade.

    3 - Antes de me mudar para cá eu morava a cerca de 200 metros do cemitério do Alto das Cruzes. Por causa disso quero presumir que o ambiente por lá devesse ser mais suscetível a esquisitices do gênero, mas nunca presenciei qualquer efeito poltergeist ou manifestação atribuível ao sobrenatural.

    4 - O dia estava quente, mas o ar condicionado estava ligado, o ambiente fresco e a cerveja gelada. E eu estava bem relax, de cabeça fria. Nem a imaginação estava dilatada.

    5 - A fronteira entre o "natural" e o "sobrenatural" anda muito confusa ultimamente, não é mesmo? O assunto foi abordado neste blog certa vez, mas pode ser revisitado:
    http://seguindoadiante.blogspot.com/2008/07/fsica-ou-metafsica.html

    Enfim: Os clássicos não viram clássicos à toa. Viva Shakespeare! Viva Sócrates!

    ResponderExcluir
  6. Não perca tempo kerida, levantando descobrtas fictícias. Qualqr dia andará a sua casa atrás de si, tanta é a imaginação.
    Mas, nunca é demais, chame um bispo ou coisa qualquer da Igreja Universal do Reino de Deus (do tio Edir Maiscedo). São brasileiros como vossa excelência e adoram ovelhas nesta situação de olho grande.Haja paciência minha senhora. Caramba, pá! Kilumbate Pedro

    ResponderExcluir
  7. hahaha eu quero dessa cuca também!!! rs

    Mas falando sério não é nenhum efeito sobrenatural... lata gelada em cima da mesa de vidro... Pode fazer o teste novamente se houver qualquer desnível a latinha vai escorregar pela água que vai se soltando da latinha....

    beijo

    ResponderExcluir
  8. Menina de Angola, você matou a charada. Pura aquaplanagem, nada sobrenatural. O problema é que a explicação tira a graça da história.
    Fantasmas são mais divertidos, emocionam e criam polêmicas. :)
    Beijos

    ResponderExcluir

O Blog está fechado. Obrigada pela visita.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.