quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Artroplastia Total de Quadril 3 - Sobre informação, tecnologia, corrupção e o quico

.

Às vezes, a resposta a um simples comentário registrado no blog sai do controle, cresce e vira post.

O e-mail provocador: 
By-the-way, MJo, desculpe, é o Antonio de novo, sei que o blog não é de patologias de quadril - mas é incrível como é aqui o lugar onde mais se encontra informações da vida real de quem vive esta realidade. E queria sinceramente agradecer - a vc que abriu o espaço e às pessoas que compartilharam suas dores e experiências.
O resultado:

De longe, o que mais dá IBOPE neste Blog são as questões que envolvem as patologias de quadril e os meios que uma pessoa comum (nós) tem à sua disposição para lidar com elas. Ou não tem.

Na última semana, de 12 a 19/out, as estatísticas do Blogger registraram mais de 550 acessos aos posts “Artroplastia Total de Quadril” e “Artroplastia Total de Quadril 2”. É muito, mas também é pouco.

Quero dizer com isso que muitas das dúvidas e questões levantadas pelos leitores permanecem sem resposta.

Primeiro porque não somos profissionais da área de saúde. Somos os “padecentes”.

Segundo, porque este não é um blog com viés comercial. Duvidamos de propagandas e recebemos com muito cepticismo as promessas de intervenções miraculosas.

E terceiro porque, entre os nossos leitores, são proporcionalmente poucos os que se dispõem a relatar e compartilhar suas experiências.

Recebo as palavras elogiosas do Antônio com um misto de tristeza e satisfação. De um lado, tem o “que bom que o blog é útil!”.  De outro, um “puta-que-pariu, como é que pode haver uma carência tão grande de informação sobre um assunto que afeta a tanta gente!”.

Em outro comentário, Antônio também pergunta sobre um tratamento chamado “cartilage repair” e sobre processos de recuperação de cartilagens com utilização de células tronco.

Eu não sei nada sobre isso. Até agora, ninguém falou aqui em “cartilage repair” ou em artroscopia com injeção de células tronco. Só posso googlar e imaginar .

E imagino que deva ser uma coisa sensacional, em fase de experiência, ainda restrita a centros médicos de ponta, como qualquer pesquisa que envolva células tronco. Infelizmente, para o cidadão comum leigo e desinformado, células tronco tangenciam a ficção científica e são apenas notícias de jornal, motivo de longas e infundadas discussões entre cristãos e hereges. Pau-a-pau com a clonagem de seres humanos. Aliás, qual a diferença mesmo?

Antes que alguém responda, vou já avisando: isto foi uma ironia, acordei enviesada hoje.

Existe uma distância enorme entre o que se diz e o que os outros ouvem, e uma distância igualmente enorme entre os avanços da tecnologia médica e a capacidade de acesso do cidadão contribuinte. O mesmo cidadão que sustenta, com seu dinheirinho suado, um dos sistemas tributários mais injustos do mundo.

Deveríamos estar conversando sobre a possibilidade de utilização de células tronco na cura definitiva da artrose. No entanto, nossos problemas imediatos têm a ver com tratamentos paliativos, com a qualidade e durabilidade de uma prótese, com a ineficiência do SUS, a prepotência dos convênios de saúde e a dificuldade de se achar um médico que mereça o diploma. São assuntos que poderiam estar superados e não estão. Continuamos a rodar em círculos e a bater nas mesmas teclas. Estamos na pré-história e precisamos evoluir.

Como?
  • Melhorando o nível da informação/conhecimento disponível.
  • Estabelecendo padrões mínimos de qualidade para os serviços que consumimos.
  • Obtendo contrapartidas justas aos impostos que pagamos. Já pensou o que poderia ser o nosso sistema de saúde sem essa bandalheira que drena todo o dinheiro existente e nos faz sentir culpa por desejar acesso ao que é bom?

 Contribuições são bem vindas e necessárias. No blog e na vida.




===============

Atualizando:

Gente, esse espaço já está muito cheio, difícil de navegar.
Novos comentários são muito bem vindos no "Artroplastia 4", cujo link é:

http://seguindoadiante.blogspot.com.br/2012/11/artroplastia-total-de-quadril-4-cartas.html

Agradeço muito a atenção, leitura e palavras carinhosas que tenho recebido.
Beijos a todos.


284 comentários:

  1. Boa noite, isso é apenas um desabafo, minha mae precisa da tal cirurgia no quadril, e estamos na fila do SUS, o medico nos avisou hj que não tem data para fazer a cirurgia pois no hospital não tem proteses e não tem data de compra, pois como vamos entrar em ano eleitoral eles estão cortando a verba da saude para aplicar na campanha do ano que vem! estou muito triste e indignada! marciabnobrega2009@hotmail.com

    ResponderExcluir
  2. É, Márcia.
    Dureza.
    Mas pelo menos você já sabe em quem NÃO votar nas próximas eleições.
    Um abraço e seja bem vinda ao blog.

    ResponderExcluir
  3. ola,tudo bem! deixei um comentario ou melhor um pedido de socorro,sei que vc nao e medica mas que tambem sentiu muitas dores nao e mesmo.nao sei se vc vai olhar no outro blog sao longuinho,achei ele e escrevi,vou falar so um pouquinho quem sabe da pra vc ler la e me responder.e que fiz enxerto osseo ano passado (q/ direito),nesse ano coloquei protese esq/logo apos a cirurgia comecei a senti algum desconforto na p/ direita com o passar dos dias foi almentando,e dormencia,queimaçao,endure, sei la e dificel ate de descrever vou fazer um exame agora pra ver o que e, o medico falou que pode ter afetado o nervo e ter dado meralgia parestesica,confesso que to com medo foram tantos anos de dor,achei que este ano estaria livre delas,vc ja ouviu falar disso,ulgum comentario talves.vou deixar meu email,sergiothulis@hotmail.com.Se possivel me ajude!marlene miranda costa .Desde ja agradeço abraços

    ResponderExcluir
  4. Oi, Marlene.
    Eu já precisei fazer esse exame (eletroneuromiografia), é bem desagradável mesmo.
    Não sei se vc leu no blog, mas fiz uma viagem longa no 4o mês após a cirurgia. Quando voltei, comecei a sentir umas dores do pé, cuja causa o ortopedista não conseguiu descobrir.
    Quem descobriu foi um neurologista. Logo de cara ele me perguntou se tinha feito alguma viagem longa e ficado muito tempo sentada. Na bucha.
    Diagnosticou uma lesão pós-cirúrgica, por ter ficado muito tempo sentada numa cadeira de avião, amarrada no cinto de segurança.
    Tomei medicamentos e fiquei boa.
    Não desanime não. O mais difícil é o diagnóstico, que espero vc consiga logo.
    Um abraço e melhoras.

    ResponderExcluir
  5. Anônimo disse...
    Oi! Meu nome é Marcela sou de MG.
    Comecei a pesquisar na internet sobre o assunto e achei muito interessante este blog. Eu tenho uma necrose na cabeça do fêmur decorrente de uma cirurgia que fiz quando tinha doze anos (após um acidente), tenho sentido muita dor e queda na qualidade de vida. O médico disse que eu não posso fazer nada que tenha carga para não acelerar o desgaste do osso, mas que só devia me preocupar com cirurgia quando estive com 40 anos. Porém tenho pensado muito em fazer a cirurgia agora com vinte e poucos anos para ter a minha vida de volta. Quero poder correr e andar de bicicleta sem sentir dores depois. A cirurgia devolve a qualidade de vida, vou poder ser como era antes do acidente e praticar esportes sem dores? E quanto custa a cirurgia?
    Muito obrigada
    Marcela.

    04/11/11 23:01

    ResponderExcluir
  6. Oi Marcela.
    Também sou mineira tenho 47 anos sou portadora de má formação ossea congênita bilateral do quadril.
    Operei pela primeira vez quando tinha 6 anos de idade e agora com 47 anos operei novamente.
    Fiz minha cirurgia dia 28 de fevereiro deste ano no Hospital Madre Tereza em B.H. com o Dr. Euler, e agora estou me preparando para a cirurgia da outra perna dia 28 de novembro.
    A cirurgia é bem mas no meu caso a UNIMED pagou porém depois que eu entrei na justiça. Devido a minha idade foi indicado para mim uma prótese importada de ceramica/ceramica o que é muito caro e o plano não queria pagar.
    Segundo o meu médico há outra técnica que não é a prótese chama-se osteotomia talvez no seu caso devido a sua idade seria mais indicada para o momento porque dizem que trocar uma prótese não é tão simples como colocar pela primeira vez e ela tem tempo útil limitado.
    E no caso de você fazer a osteotomia não impede de no futuro você colocar uma prótese caso venha precisar. E colocando prótese agora depois para você a solução é somente a troca devido ao desgaste.
    Veja isto com o seu médico, o Dr. Euler é EXCELENTE, consultei 6 médicos antes de me decidir a operar, passei por consulta até no Hospital Sírio Libanês em São Paulo, meu caso era um pouco complicado pois eu não tinha acetábulo, os médicos diziam que após a cirurgia eu teria que ficar 6 meses sem encostar o pé no chão mas andei já na quinta feira no hospital e após 4 meses de operada já estava até dirigindo carro normal, por isso tenho certeza que optei pelo melhor. Então quem sabe percorra com o seu médico a questão da osteotomia talvez pode ser indicada para você.
    Se quiser percorrer mais sobre o assunto pode me escrever meu email é ednarg@provida.org.br, será um prazer poder te ajudar esta cirurgia realmente é muito extensa e dá muita insegurança.
    Bjs e lhe desejo toda a sorte do mundo.

    05/11/11 10:07

    ResponderExcluir
  7. Oi Marcela,

    Acho que a questão foi bem respondida pela Edna rg. O problema da prótese é o tempo de duração dela. As melhores duram muitos anos, mas também se desgastam com o tempo. Como vc é muito jovem, é bom fazer uma avaliação muito cuidadosa sobre as possibilidades de tratamento mais indicadas no seu caso. Talvez fosse bom consultar outros especialistas para colher novas opiniões.
    De qualquer forma, alguma coisa precisa ser feita. Sofrimento não. Detesto a idéia de não fazer nada e deixar como está, para ir piorando até ficar insuportável. Ouvi isso de um médico do Sara Kubitshek de Brasília e - sinceramente - tive vontade de bater nele.

    Agora vem a parte chata.

    É verdade que uma artroplastia bem feita melhora muito a qualidade de vida, mas não é como ter um quadril 100% sadio. A prótese também precisa ser poupada, e atividades de impacto não fazem bem. Correr não. Andar de bicicleta sem dores sim. Nem todos os esportes vão servir prá você.
    E custa caro. Alguns planos de saúde ficam escorregando e só pagam quando acionados judicialmente. Mas isso não é mais nenhuma novidade. Muita gente tem conseguido, e às vezes a simples intenção de recorrer à justiça já resolve.

    Vamos torcer para que vc consiga resolver seu problema da melhor maneira possível.
    Um grande abraço e seja bem vinda ao blog.


    Oi, Edna rg.

    Garota, você tem quilometragem nesse assunto, não é? Começou cedo!
    Muito obrigada por compartilhar conosco um pouco da sua experiência. Seu depoimento é muito bom e certamente será útil para muita gente, além da Marcela.
    Seja muito bem vinda, e volte sempre.

    ResponderExcluir
  8. Oi m.Jo. , eu é que agradeço a você por ter criado este blog. Santa e bendita esta sua ideia.
    Esta cirurgia, apesar de ser bastante comum, é de grande porte o que deixa qualquer um inseguro em tomar a decisão de se fazer. Eu, como você mesma disse, tenho quilometragem nesse assunto, mas ainda assim confesso que por medo, prorroguei por 2 anos a data da cirurgia e cheguei a consultar 6 médicos até encontrar aquele em quem eu senti que realmente poderia confiar. Durante este período, e diante da minha total insegurança,porque apesar de ter muitas limitações físicas, eu já estava acostumada a elas, afinal de contas este é um problema que já me acompanhava desde criança, fui para a internet na tentativa de obter mais informações e aí encontrei seu blog, o qual funcionou como um verdadeiro lenitivo para as minhas angustias e aflições em relação a decisão que deveria tomar "fazer ou não a cirurgia agora". E hoje sei que tomei a decisão certa, minha cirurgia foi um verdadeiro sucesso, e agora já estou me preparando para cirurgia na minha outra perna o que ocorrerá dia 28 de novembro, exatamente 9 meses após a primeira cirurgia que ocorreu dia 28 de fevereiro. Eu até brinco " vou nascer para uma nova vida".
    Diante disto eu só tenho a lhe agradecer, e lhe desejar que você continue sempre conectada com as melhores vibrações, atraindo assim saúde e paz. Com a criação desse blog você provou a todos que é um ser de Luz manifestando através da sua conduta ser realmente uma filha de Deus aquí na terra.
    Um grande abraço e todas as bençãos do universo para você.
    Desde sempre...muito obrigada em meu nome e em nome de todos aqueles que ainda virão.
    Abraços Edna

    ResponderExcluir
  9. Edna,
    Fiquei toda vermelha quando li sua mensagem, e até agora não sei bem o que dizer.
    Muito obrigada.
    Estou muito feliz por ter recebido essa avalanche de bênçãos e boas energias.
    Pois que você as receba de volta, em dobro, para o sucesso pleno da sua Fase 2.
    Um grande abraço.

    ResponderExcluir
  10. Olá, descobri teu blog por acaso. Passando só pra te convidar pra ir lá no meu. Passamos, creio (não li ainda todos os depoimentos que estão aqui) pela mesma experiência. Talvez possamos trocar algumas idéias. Prazer!!
    Goreth

    http://coisasboasebonitas.blogspot.com/2011/11/eu-tenho-artrite-reumatoide-desde-os-4.html

    ResponderExcluir
  11. Olá, Goreth
    Obrigada pelo link. Fiz uma visitinha rápida ao "Coisas boas e Bonitas" e deu vontade de voltar. Assim que der um tempo vou xeretar melhor. Já gostei do nome.
    Seja bem vinda por aqui, vamos conversar sim.
    Estimo as suas melhoras, e torço para que nenhuma viagem precise ser adiada.
    Grande abraço.

    ResponderExcluir
  12. Tenho 48a em fevereiro de 2011, comecei a ter dores na perna depois de vários médicos foi diagnosticado necrose no fêmur 80% na perna direita e 50% na perna esq . Bem em abril 2011 fiz uma cirurgia de descompresao não resolveu muito pois as dores voltaram na mesma intensidade . O meu médico disse na época que o melhor seria a prótese mas fiquei com medo de fazer, mas hoje estou decidido em fazer, gostaria de saber de vcs como e o pôs operatório e qual e o tempo de recuperação att. Aguinaldo

    ResponderExcluir
  13. Olá, Aguinaldo.

    É difícil responder "em tese" à sua pergunta, já que as experiências relatadas aqui no blog são muito variadas.
    Sugiro que vc dê uma passeada pelos depoimentos, podem ajudar a esclarecer dúvidas e reduzir a insegurança. Os posts "Artroplastia Total de Quadril" e "Artroplastia Total de Quadril 2" são os que reúnem o maior número de comentários. Os links estão na coluna lateral, entre os 10 mais do Blog.
    Seja bem vindo por aqui.

    ResponderExcluir
  14. Oi pessoal, tenho 70 anos, moro em porto alegre, e fiz a cirurgia há quase um mes.Foi tudo mt bem, cicatrização perfeita, permissão p dirigir em oito dias, obrigação apenas de um alongamento da perna, e poucas restrições de movimentos. Meu médico prefere que não use bengala, e tenho obedecido.Mas sinto dor ao caminhar, às vezes mais forte, sempre com a ajuda de analgesicos e anti-inflamatórios. Queria que alguém me dissesse se sentiu esse tipo de dor, que me obriga a mancar, faço o maior esforço pra caminhar direito, mas ainda não consigo. É assim mesmo????

    ResponderExcluir
  15. Em 16 de novembro de 2011 13:08, Daniela Sandra escreveu:
    Boa tarde!!!

    Meu nome é Daniela e ha 02 anos passei pela cirurgia de artroplastia total de quadril D. Foi um alívio ao mesmo tempo também que é complicado conviver com uma prótese, mesmo que ocorra bem. Quando fiz a cirurgia tinha 36 anos.
    Infleizmente hj tenho passado por alguns problemas relacionados ao trabalho, pois moro no interior e o unico lugar para se trabalhar é uma fabrica de shampoo que tem aqui. Sou contratada como deficiente fisico e no exame admissional ficou bem claro que nao posso carregar peso. Mas infelizmente sou forçada a fazer um tipo de trabalho que tenho que carregar pesos de até 5kg e com isso voltei a sentir dores. Pensei na possibilidade de tentar uma apsoentadoria por invalidez, alguem sabe se teria alguma possibilidade? Preciso do emprego, mas tb preciso da minha saude!!!

    Abraços

    Daniela

    ResponderExcluir
  16. Olá, Anônimo/a.

    Minha fase de recuperação pós-cirúrgica demorou bem mais do que a sua, mas não doeu.
    Só fui sentir dor lá pelo quinto mês, e havia alguma coisa errada sim. Os médicos diagnosticaram lesão em um nervo por ter ficado muito tempo sentada em cadeira de avião. Tomei remédios e a dor passou.

    Sinceramente, não consigo me convencer de que sentir dor forte e persistente possa ser normal. Uma cirurgia dessas não envolve só ossos e músculos. Muita coisa pode ter sido afetada e dores merecem investigação cuidadosa.
    Não se conforme e nem se habitue. Não foi para se livrar de dores que você se operou?

    Melhoras, e boa recuperação.



    Oi, Daniela,

    Eu não sei nada sobre essas questões trabalhistas, mas espero que vc encontre a ajuda e as informações de que precisa.
    Melhoras, garota. E coragem.
    Um grande abraço, e seja bem vinda.

    ResponderExcluir
  17. Meu pai tem 84 anos e fez a cirurgia a 20 dias, mas não pode andar sem as muletas e ainda não tem permissão para dirigir. Provavelmente as dores se devem a andar sem muletas, deve colocar muita carga na perna operada e isso não deve ser bom, principalmente nesse processo de recuperação. Meu pai operou no Clinicas, e vc.??

    ResponderExcluir
  18. Adorei seu blog, li muitas dicas por aqui que passei para meu pai, ele está se recuperando super bem, levando em conta a sua idade. Obrigada por ter criado esse espaço tão importante para nós, parentes, e também para quem passou pela cirurgia. Grande abraço.

    Lucinda

    ResponderExcluir
  19. Olá, Lucinda.
    Sejam bem vindos ao blog, você e seu pai.
    Espero que a fase de recuperação seja bem sucedida e superada rapidamente.
    Grande abraço.

    Ah! Eu me operei no hospital HOME, de Brasília.

    ResponderExcluir
  20. Obrigada pela acolhida M. Jo., espero que vc. esteja se recuperando bem. Meu pai fez revisão hoje, tirou uma radiografia do local operado e sua recuperação está excelente, os médicos dizem que igual a de uma pessoa de 50 anos. Se tudo der certo em dois meses já será liberado para dirigir. E aos poucos já pode ir colocando mais carga na perna operada.

    Boa noite!

    ResponderExcluir
  21. Boa tarde!!
    Meu nome e Jaqueline tenho 23 anos ,tenho que colocar a prótese de quadril nos dois lados,estou com medo ,o medico que a ceramica mais meu plano nao autorizou so a nacional,você colocou qual prótese? e você voltou as atividades novamente...gostei muito do seu blog muito obrigada desde já...bjinhossss
    meu email : jaquelinevolei@hotmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Jaqueline!
      Coloquei prótese importada em meu quadril esquerdo no ano passado, ( a m. Jo, foi um dos meu anjos da guarda), e, meu plano tambem não queria pagar. Simplesmente entrei em contato com a diretoria do plano e ameaçei ir para os jornais, tv e, rádios, pra ver se eles resolviam o problema. Em menos de 24 horas já tinha tudo autorizado. Inclusive mandaram 2 modelos para meu cirurgião escolher.
      Lute pelos seus direitos! Abraços
      Beijos m. Jo.
      Jeanette

      Excluir
  22. Oi, Jaqueline
    Minha prótese é de cerâmica com titânio, não cimentada, de fabricação norte-americana.
    O plano não quer pagar?
    Sugiro que você insista no assunto.
    Eles não podem mudar as especificações da prótese recomendada pelo médico. O plano pode decidir sobre fornecedores e sobre fabricantes, desde que sejam observadas as especificações estipuladas pelo médico. E até onde eu sei, não existem fabricantes nacionais de próteses cerâmicas não cimentadas.
    Eles reclamam porque é um material caro, mas sabem que estão errados. E muita gente ganha na justiça.
    Temos no blog vários depoimentos nesse sentido.
    Um abraço prá você e seja bem vinda.

    ResponderExcluir
  23. Obrigada por me responder fico feliz ,vou procurar saber mais e insistir com o plano ,mais você fez com o plano?
    Você voltou as atividades normalmente ,você trabalha ou teve que se afastar das atividades...bjusss

    ResponderExcluir
  24. Jaqueline, meu nome é Helio, brigue o quanto for necessário, pois as próteses nacionais não PRESTAM, durabilidade zero, colocar uma prótese nacional é perda de tempo e aumento de sofrimento, pois em pouco tempo elas precisam de revisão. Nenhum fabricante nacional se manifestará contra a minha afirmação, pois eles sabem a porcaria que fabricam, pensando somente em ganancia. Tenho uma prótese importada de Titânio não cimentada, e graças a Deus está tudo bem. Não desista e boa sorte.

    ResponderExcluir
  25. Lucinda, bom dia, como vai seu Pai? se você não se importar, poderia me dizer o que foi trocado na cirurgia de revisão do seu Pai e como foi a cirurgia, tenho que fazer a revisão e estou com receio.

    ResponderExcluir
  26. Olá, Jaqueline.
    Minha cirurgia foi custeada integralmente pelo plano de saúde e eles obtiveram um bom desconto no preço da prótese para pagamento à vista.
    Aliás, tem isso também. Preço de prótese é assunto pantanoso, cheio de mistérios, de "dependes" e de interesses camuflados. Gostaria de escrever sobre isso, mas ainda não tenho informação suficiente e nem clareza sobre o cenário.

    Minhas atividades são absolutamente normais. Dirijo, viajo, uso computadores, ando sem apoios, não tenho nenhuma restrição funcional que comprometa, dificulte ou limite nada do que faço. Muito pelo contrário. Antes da cirurgia eu andava com ajuda de uma bengala e procurava "economizar passos". Agora, não mais. Até subo morros de vez em quando.


    Oi, Helio.
    Concordo com você. Além disso, o cimento de fabricação nacional usado para colar as próteses nacionais também é ruim. O problema é sério.

    ResponderExcluir
  27. Obrigada pessoal pelo apoio e muito bom saber mais sobre essa cirurgia ,estou mais tranquila e vou lutar ate conseguir que o plano me de a prótese importada ...estou muito feliz em participar desse blog.

    ResponderExcluir
  28. Helio ,você colocou sua prótese pelo plano? O que você teve que fazer ,qual foram os procedimentos para conseguir que o plano pague a importada?

    ResponderExcluir
  29. Boa noite!

    Hélio, meu pai não trocou a protese, ele colocou pela primeira vez. A revisão que mencionei foi a de 20 dias, e ele está super bem. A cirurgia foi um sucesso, até pela idade dele (84). A protese que ele colocou foi de titânio, acredito até que pela idade, pois essa tem durabilidade de 15 anos, acredito que dará para toda a vida dele, na época da troca estaria com 96...
    Qualquer dúvida, se puder te ajudar, é só postar por aqui.
    Abçs. Lucinda

    ResponderExcluir
  30. Jaqueline boa tarde, é o Helio, na empresa que trabalho tem um plano de saúde próprio, dai foi mais facíl. Se puder ajudar em algo é só falar.

    ResponderExcluir
  31. Helio eu nao estou conseguindo que o plano cubra a importada ,eles so querem me dar a nacional...se você puder me ajudar me orientando eu agradeço.

    ResponderExcluir
  32. Jaqueline, não sei o caminho das pedras para resolver seu problema com o plano, vamos torcer para que alguém que acompanhe o blog saiba e informe algo.

    ResponderExcluir
  33. Prezada Jaqueline,
    Algumas pessoas que recorreram à justiça falaram sobre isso aqui no blog. Talvez possam te dar alguma orientação. Os e-mails de contato estão nos próprios depoimentos.
    Aqui mesmo neste post tem o comentário da Edna, no dia 5/11. Mas tem outros, é preciso dar uma pesquisada.
    Abraços
    m.Jo

    ResponderExcluir
  34. Boa noite a todos.
    Me chamo Tereza, 54 anos, catarinense e no dia 22 .11 fiz a operação, correu tudo bem mas sinto muita dor, pque a 4 meses atraz tive uma ulcera perfurada por usar muito antiinflamatorio, e agora nao posso tomar os mesmos e preciso me recuperar com muitas dores, espero aguentar, meu pé esta muito inchado e nao consigo dormir
    Meu plano de saude nao queria pagar a protese importada. mas pagaram. GENTE MUITO FACIL... CONTRATEM UM ADVOGADO ENTREM NO JUIZADO ESPECIAL COM A SOLICITAÇÃO DA PROTESE IMPORTADSA, 2 ORÇAMENTOS QUE O PROPRIO MEDICO FORNECE, EM MENOS DE 1 MES O JUIZ OBRIGA O PLANO PAGAR.

    ResponderExcluir
  35. Bom Dia Tereza ,muito obrigada por sua imformação,estarei realizando esse processo...obrigada

    ResponderExcluir
  36. Olá, Tereza.
    Muito obrigada pela ajuda à Jaqueline.
    Seja bem vinda por aqui, e boa recuperação da cirurgia.
    No começo é difícil, mas vai melhorar.
    Grande abraço.

    Perguntinha: Analgésico por via oral deve mesmo ser um problema prá quem teve úlcera. Você chegou a avaliar outras possibilidades com o médico?

    ResponderExcluir
  37. Ola m.Jo

    Infelizmente meu gastrologista proibiu
    qualquer tipo de inflamatório e meu ortopedista segue com a essa precrição, realmente muito dificil, tomo Tramal que é um dos anestesicos mais potentes e vou me virando assim, mas ja estou melhor hoje faz apenas 11 dias da cirurgia, por issso insisto n~zo tomem por anos esses anti-inflmatorios comuns realmente aliviam a dor mas as consequencias são terriveis. NÃO DEIXEM DE ENTRAR NA JUSTIÇA PELA PROTESE IMPORTADA COMO FALEI ANTERIROMENTE, ENTREI N A JUSTIÇA DIA 20.09 E OPEREI NO DIA 22.11, COM LIMINAR JUDICIAL, PODERIA SER ANTES MAS TIVE QUE SEGUIR AGENDA DO MEDICO. QUEM NÃO TEM PLANO SAUDE ENTREM EM CONTATO COM A ANS - AGENCIA NACIONAL DA SAUDE, PROCUREM O SITE LÁ ESTA 0 0800, LIGUEM E
    INFORMEM COMO OBRIGAR O GOVERNO PAGAR A PROTESE O MAIS RAPIDO POSSIVEL, NINGUEM MERECE TANTA DOR, SORTE A TODOS, TEREZA

    ResponderExcluir
  38. Obrigada pelas dicas, Tereza.
    Tem muita gente precisando de ajuda nesse particular.
    Um abraço e boa recuperação.
    Daqui a pouco vc vai se ver livre desses analgésicos.
    (Já usei Tramal também)

    ResponderExcluir
  39. PARA QUEM INTERESSAR DE COMO ENTRAR NA JUSTIÇA MEU PROCESSO ETÁ ON-LINE, ENTREM www.tjsc.jus.br, entrar em Comarca lá pedirá para coloca algum ite, coloquem nome no caso o meu Terezinha salete barth, entrará o processo clique em cima no aqui, lá esta todas as informações do meu processo,, acho que quem não tem condições de pagar um advogado o proprio tribunal tem advogados de graça. espero realmenyee que ajude. Abraços

    ResponderExcluir
  40. Valeu mesmo, Tereza.
    Muito obrigada por disponibilizar o seu processo para consulta.
    Agora, quem precisar já tem um ponto de partida. Pode consultar.
    Deus lhe pague.
    Grande abraço.

    ResponderExcluir
  41. Ola meu nome é Alessandro tenho 29 anos estou com 8 dias e a recuperação esta sendo cada dia melhor quero parabenizar a iniciativa de todos em escrever suas experiencias, só decidi fazer a cirurgia depois que li o comentário de todos, muito obrigado e sucesso a todos um forte abraço

    ResponderExcluir
  42. Que bom Alessandro, tenho 17 dias operada, estamos todos no mesmo barco, PARABENS por esse blog, de grande ajuda para nós todos. Beijos Tereza

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Tereza como você esta? Espero que tudo ótimo, beijão fique com Deus

      Excluir
  43. Olá, Alessandro.
    Bem vindo ao clube.
    Boa recuperação e que tudo corra bem por aí com você.
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi m.JOA muito obrigado é um prazer enorme fazer parte desse clube e contribuir para um vida sem dor. Abraços fique com Deus

      Excluir
  44. Gente, minha idade é de 71anos, Ha oito meses passei e ter limitações na marcha devido a artrose de quadril e dores na virilha e joelho (lado direiro), Não tive coregem para procurar opinião de um médico, pois a idéia de cirurgia me assusta, principalmente por viver sozinho e a recuperação, deve ser assistida. Tenho pesquisado na net sobre o assunto e este vídeo sobre a protese resurfacng é muito interessante para jovens http://www.youtube.com/watch?v=VCNX1lPm7Qo&feature=player_embedded. Dai o meu comentario.

    ResponderExcluir
  45. Oi, Anônimo
    Assusta mesmo. Eu também remoí a idéia por um bom tempo antes de procurar um médico para conversar seriamente sobre o assunto. Cada pessoa tem seu tempo, e o processo precisa ser respeitado.
    Além de providências de ordem prática, uma cirurgia dessas envolve esferas intangíveis da psicologia. Mexe com nossos medos, afetos, convicções, desejos, dúvidas, projetos futuros e por aí vai. A preparação precisa ser bem feita e confiança não cai do céu nem se cria do dia prá noite.
    Obrigada pelo link. Vai ser útil sim.
    Um abraço e seja bem vindo a bordo.

    ResponderExcluir
  46. Estou me recuperando de uma cirurgia da articulação coxo femural onde foi uzado a protese ceramica ceramica, estou inseguro
    gostaria de contato com pessoas que ja passaram por este problema.
    www.Everaldo.Belmont@hotmail.com

    ResponderExcluir
  47. ola M.Jo...
    Parabéns pelo espaço de UTILIDADE PÚBLICA!! É engraçado como é difícil aceitar uma mudança drástica ou situação de medo nas nossas vidas!
    Enfim, escrevo pela minha mãe de 70 anos, pessoa ativa com saúde de ferro até uns 6 meses atrás quando a atrose a pegou de cheio! Hj ela se convenceu da necessidade da operação! Na verdade eu estou sugando TUDO que a internet tem de informação para fazer algo consciente. Já li muito, ja vi os videos das operações, tenho diversos links que tratam do assunto. Mas mesmo assim o sofrimento ainda existe pela minha mãe! Só uma coisa que gostaria de saber de você. É sobre o material empregado. Sei que o nacional ainda não é totalmente confiável como o importado. Nao que o nacional seja ruim, mas nao é tao bom como o importado. Entao queria saber de voce sobre esse assunto. Enfim... Melhoras para você e pode ter certeza que voltarei aqui direto para conversar sobre!!

    Muittttaaa sauddddee para vcccc!!!!

    ResponderExcluir
  48. Ola novamente... So completando o post acima. Recebi um orcamento para a artroplastia total para material da ZIMMER no valor de R$ 12.560,00. O plano da minha mãe (UNIMED) está querendo pagar so o valor do material NACINAL (deste nao sei o valor). Pelos posts acima, percebi que algumas pessoas conseguiram liminarmente o pagamento do material importado. Se alguem puder deixar mais detalhes sobre o precedimento judicial, e se realmente vale a pena brigar na justiça. Só quero fazer valer meus direitos, mas independente disso a a protese tem que ser a importada mesmo tendo que pagar a diferença. Com saúde nao se brinca....

    ResponderExcluir
  49. Olá, Anônimo.
    Fique à vontade para falar sobre as suas dificuldades, afinal estamos todos no mesmo barco, não é?
    Muita gente também tem deixado o e-mail de contato aqui no blog,com vontade e disposição para conversar. É assim que vamos nos informando.
    Boa recuperação para você, seja bem vindo.


    Meu caro JR,
    A prótese deve ser importada porque as nacionais não prestam. Ponto. Não são menos boas, são ruins mesmo. No caso de prótese cimentada, o cimento também precisa ser importado, pelo mesmo motivo.
    A Tereza, que postou um comentário em 4/dez, entrou na justiça contra a UNIMED e já garantiu o direito ao material importado. E fez a grande gentileza de disponibilizar todas as informações do seu processo. É só seguir as instruções e consultar. Está tudo lá.
    Pode acreditar que vale a pena.
    Um abraço, e melhoras para sua mãe.

    ResponderExcluir
  50. Oiii.. Mjo.
    Puxa.. que bom ver sua resposta! Cada ajuda dessa vale muito pra gente nesse momento! Sim, fico convencido da necessidade da protese importada! Voce saberia me dizer a qual marca é mais confiável? Vi uma da Zimmer e outra da Jhonson e Jhonson, mas nao saberia precisar sobre a qualidade entre elas. Outra dúvida que tenho é bem específico sore o acetábulo que pode ser de diversos materiais (Polietileno, Cerâmica, etc). Essa talvez seja uma peça importante da prótese, pois está submetida a altas pressoes e desgaste! Fica ai mais uma dúvida ...heheh...

    Abraçossss

    ResponderExcluir
  51. Olá a todos, bom..ainda sou jovem (23) mas possuo un desgaste avançado da cartilagem na cabeça do femur devido a uma artrite reumatóide..da doença estou curado..mas me restou esse desgaste..enfim.
    Ontem eu iria fazer a cirurgia no quadril (protese importada de uns dos melhores fabricantes nao cimentada, tudo paga pela unimed)..porem a dois dias descobri que estou com uma pequena inflamação no ouvido devido a um pequeno resfriado..tao irrelevante que não sinto dor..mas enfim..por esse motivo tive que adiar a cirurgia..fica aqui a dica pra quem está prestes a fazer a artroplatia...uns 2 ou 3 dias antes passem em um otorrinolaringologista..só para se certificar de que nao ha nada inflamado..garganta ou ouvido por exemplo..uma pequena inflamação pode comprometer a cirurgia..pois pode infeccionar o local da prótese e ser necessária a retirada na mesma..ou seja, mais sofrimento ainda..bom, é isso..adiei minha cirurgia para depois da minha formatura no inicio de fevereiro..assim que for realizar faço questão de contar como tudo ocorreu..um abraço a todos!

    ResponderExcluir
  52. Ola Tiago.
    Torcendo por vc e tenho certeaza que tudo vai dar certo!!!
    Tiago, você poderia, se possivel, especificar melhor o material (marca, modelo, valor) que voce adquiriu? Sei que cada pessoa pode ser uma especificacao diferente, mas ja nos dá um horizonte de materiais bons e possiveis. Que bom que a Unimed nao impôes barreiras ao importado, isso nao esta sendo a regra com a Unimed.

    Abraços e boa sorte

    ResponderExcluir
  53. Oi JR

    Sou Edna

    Fiz 2 cirurgias recentemente 28 de fevereiro perna esquerda e 28 de novembro perna direita.
    Tenho 47 anos e meu problema era sequela de displasia de desenvolvimento de quadril. No meu caso foi indicada prótese importada ceramica/ceramica marca Stryker modelo exeter, valor R$ 65.000,00. a Unimed é claro não aceitou pagar mas depois de liminar judicial eu consegui fazer toda a cirurgia pelo plano.

    Boa sorte

    ResponderExcluir
  54. Bom...minha protese é da fornecedora metha...o modelo especifico nao sei exatamente...só sei que esta em torno dos R$ 30.000 Bom..realizo minha cirurgia na proxima terça feira..(03-01-12)...logo após vou postar minha evolução aqui...abraço a todos

    ResponderExcluir
  55. ola Thiago.

    Boa Sorte na operação. Var dar td certo !!!
    Estou aqui ainda nas atividades iniciais, verificando o material, conversando com o médico, negociando com a Unimed que nao quer pagar o improtando.. etc.
    Ainda nos vemos por aqui!

    Abraco

    ResponderExcluir
  56. Olá m.Jo.! Muito bom ter encontrado este espaço... Mais uma vez: parabéns pela iniciativa!

    Meu nome é Rogério, tenho 33 anos e moro em Brasília. Depois de três meses sendo tratado para dor ciática, fiz uma ressonância de quadril em outubro de 2011 e tive o diagnóstico de necrose na cabeça do fêmur bilateral. Que susto... Que medo... Mexe com o emocional né? Mas... Vamos lá! Nada de me vitimizar. Como resolver isso? Procurei alguns médicos para cruzar opiniões e cheguei à conclusão de que a prótese é o caminho. Estou cada dia mais limitado e assim "não dá pra ser feliz". Trabalho no TJDFT e acredito que não terei problemas no quesito plano de saúde. O que tá pegando: Qual o melhor médico para esse tipo de cirurgia? Estou tentando uma consulta no Sarah... Eles fazem esse tipo de cirurgia? - li que você passou por lá, né?. Já sei que para o meu caso a melhor prótese é uma de cerâmica não cimentada. Mas e o médico? Estou disposto a fazer em outra cidade, se for o caso. Você, ou alguém, poderia me indicar algum cirurgião especialista? Desde já muito obrigado pela atenção.

    Grande abraço e um ótimo 2012 para todos. E sem dor!!

    Rogério

    ResponderExcluir
  57. Oi, Jr.
    Sobre marcas de prótese, não sei dizer. Deveria saber, mas não guardei o nome do fabricante e nem do distribuidor. Sei que era de fabricação norte-americana e me lembro do preço (R$ 36 mil) porque assinei o cheque que me foi devidamente reembolsado.
    Mas os médicos têm lá as suas preferências e eu não me intrometi nessa seara. Situações específicas têm indicações específicas, e é preciso confiar no médico escolhido.
    Boa sorte!


    Oi, Rogério.
    Eu me operei em Brasilia, no Hospital HOME, com o Dr. Ernesto Gama.
    Deu muito certo, senti firmeza.
    Eles trabalham com vários convênios, de repente não custa nada marcar uma consulta e ir até lá conhecer.
    Um abraço e um 2012 sem dores!

    ResponderExcluir
  58. Oi Thiago
    Você fez bem em adiar a cirurgia. É melhor estar com a saúde a 100% e o biorritmo em fase boa!
    Espero que tenha corrido tudo bem.
    Um abraço, mande notícias.

    Edna,
    obrigada pela intervenção.
    Toda informação é boa e útil.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  59. Bom gente..como ja havia dito..realizei minha cirurgia no dia 3..ultima terça feira..tive alta do hospital ontem e ja estou em casa. Bom..o que sinto agra são dores musculares resultantes da operação...nada de mais...me movimento bem e desde o dia seguinte da cirurgia ja havia uma fisioterapeuta comigo para realizar movimentos basicos. Ja consigo andar de muleta e andador..entretanto sem soltar o peso na perna operada..somente encosto ela no chão..mas me sinto bem..o unico problema é a posição de dormir que me incomoda..que é ficar sempre da barriga pra cima..mas isso é o de menos...estou evoluindo rapido e noto isso a cada dia...Bom...estou dispoviel para duvidas que voces tenham quanto ao pos cirurgico..posso contar minha experiencia se quiserem..um abraço a todos

    ResponderExcluir
  60. Oi Tiago, que bom que esta bem. Quanto a dormir coloco 2 travesseiros no meio das pernas altura dos joelhos e durmo de lado (lado bom) o operado para cima, acho uma posição melhor . Abraços Tereza

    ResponderExcluir
  61. Olá m.Jo. obrigada por este blog.Deus lhe de muita saude e disposição na continuação deste trabalho.Fui operada em 07/12 do quadril direito por causa de artrose e estou na luta;sinto algumas dores ao me locomover no andador, estou fazendo fisioterapia e realmente como voce já comentou há muita coisa em jogo nas nossas mentes, em nosso cérebro e é evidente que alguns grilos sempre aparecem. Mas ler depoimentos de bravos brasileiros lutadores por melhorias de saúde nos encoraja!

    ResponderExcluir
  62. Olá m.Jo. novamente; esqueci de dizer meu nome:chamo-me Sandra e moro em Mogi das Cruzes-SP. Abraços.

    ResponderExcluir
  63. Olá Pessoal, meu nome é Henrique, tenho 29 anos e sou de Jaboticabal- SP

    Sofro de Necrose da cabeça do femur há mais de dois anos, meu irmao mais velho também teve o mesmo problema e fez a ATQ na perna Direita.

    No meu caso começou com a perna direita, onde eu fiz uma descompressão da cabeça do femur (março de 2010), na tentativa de salvar e nao precisar colocar a prótese, fiquei mais de 02 meses sem colocar o pé no chão, as dores sumiram por um tempo, mas logo voltaram.
    Em Janeiro de 2011 começou doer a outra perna (esquerda) e já estava com a previsão de colocar a prótese, mas antes de colocar a protese fiz nova descompressão agora na perna esquerda para tentar salvar essa também.
    Porém novamente sem sucesso e a dor veio muito pior.
    A Unimed não autorizou a minha Protese Importada Ceramica x Ceramica não cimentada, tive que entrar na Justiça, porém fiquei extremamente decepcionado com a Justiça, pois apesar de estar com 3 indicações de médicos especialistas em quadril fazendo a indicação deste modelo de protese e o juiz não deu a liminar, tive que suplicar por um acordo, ou seja, paguei pela diferença pois nao suportava mais as dores.
    Marquei minha cirurgia para o dia 14/12 e hoje está completando 27 dias que fiz a perna esquerda.
    Fiquei no hospital até no Sábado e tive alta, estou proibido pelo meu medico de entrar em um carro até completar 45 dias, pois a protese pode deslocar.

    A outra cirurgia ja está previamente marcada para meados de Fevereiro.

    Já faz uns 4 dias que eu tenho sentido uma dor na regiao da cintura, entre a barriga e a perna.

    Alguém sentiu dores como essa nos primeiros meses depois te ter operado??

    ResponderExcluir
  64. Bom...hoje faz 6 dias que fiz a cirurgia...estou mto bem..porem sinto uma dor muscular mto forte na perna operada...na regiao da coxa...sei que isso é normal pois o musculo foi levado ao extremo do alongamento uma vez que é preciso dobrar batante a perna para a colocação da protese..mas gostaria de saber até quando voces sentiram essas dores musculares fortes e se ha algum metodo eficiente para acelerar esse processo de sumiço da dor...obrigado

    ResponderExcluir
  65. Henrique responde a Thiago.

    Essa dor muscular eu nao senti na ATQ, senti quando fiz a descompressão, realmente era bem dolorido, mas em umas duas semanas ela melhora.

    A dor que eu venho sentindo nos últimos dias é um pouco abaixo da cintura , bem na junção da coxa com a cintura.

    Já havia ligado para o meu médico na Sexta dizendo a ele desta dor e ele disse que era normal, mas hoje vou ligar novamente pois ela está mais intensa e constante.

    Assim que tiver a resposta posto aqui para vocês.

    Thiago, uma dúvida, o seu medico colocou dreno no seu corte?

    Abraços.

    Henrique

    ResponderExcluir
  66. Obrigado Henrique, isso é verdade, dor muscular some rapido..mas enfim...quanto ao dreno nao coloquei nao..meu corte tem 17 pontos e nao foi utilizado dreno..nao sinto dor alguma no corte, msm sendo muito recente..somente a muscular..

    ResponderExcluir
  67. Oi, Thiago,
    Eu não senti essas dores fortes que você relata, mas acredito que eram esperadas. Dois tipos de analgésicos foram prescritos para mim, um mais forte e um mais fraco. Felizmente não precisei. Mas se você está com dores, apele para os remédios. Existem prá isso.
    A posição na cama é cansativa mesmo. Muitas vezes eu fazia uma pilha de travesseiros para apoiar a lateral da perna flexionada. Deitar no sofá e apoiar a perna flexionada no encosto também ajudava. Ou, como disse a Teresa, deitar de lado com um travesseiro entre as pernas.
    Paciência, colega. Daqui a pouco você vai estar tinindo.


    Olá, Sandra.
    Coragem, mulher! Época difícil, essa. Mas passa, as coisas vão ficando mais fáceis.
    Um abraço, boa recuperação para você.


    Oi, Henrique.
    Que pena que você não pode esperar a decisão judicial. E que bom que você teve condições financeiras para arcar com a diferença.
    Sabe, também sinto essa dor na virilha, me incomoda até hoje. Não é intensa e nem constante como você relata ser a sua, aparece quando faço esforço, ou quando malho mais forte.
    O médico me disse para maneirar e não forçar a barra, evitar movimentos repetitivos que possam irritar ou inflamar a musculatura. É muito perto do lugar onde está a prótese. É prá ficar de olho mesmo.
    Melhoras, tomara que a sua passe logo e não seja nada grave. Depois volte para contar o resultado da conversa com o médico.

    ResponderExcluir
  68. Sandra agradece a m.Jo.:
    Boa Tarde m.Jo.:obrigada pelas palavras de animo, me fizeram bem.

    ResponderExcluir
  69. Sandra novamente e pergunta para m.Jo. ou para algum dos participantes :Gostaria de saber se, após todo o período de recuperação e logicamente com a nossa volta ás atividades normais, usufruimos de algum benefício da lei acerca de carros especiais, locais públicos de estacionamento,prioridades em servilos publicos,filas e outros. Outra duvida que gostaria que me ajudasse: temos que provar levando em nossos documentos a partir da prótese,algum atestado que revela a existencia da mesma? Obrigada e abraços.

    ResponderExcluir
  70. Oi, Sandra
    A idéia, se tudo der certo, é não precisar de nenhum tratamento especial e poder levar uma vida absolutamente normal para atividades normais.
    Significa, entre outras coisas, dirigir um carro normal sem nenhuma dificuldade, estacionar onde tiver vaga e poder caminhar (!!!!) lépida e faceira até o destino desejado. \o/ \o/ \o/

    Eu nunca precisei de atestado nenhum, embora já tenha apitado em alguns detectores de metal de alguns aeroportos. Nem sempre acontece, mas se acontecer é só explicar e pronto.

    ResponderExcluir
  71. Henrique falando.

    Voltei do médico agora pouco e graças a Deus a dor é só muscular.

    Tirei um RX e está tudo perfeito!!!

    Agora é só esperar ter a alta desta perna e partir para a outra!

    Abraços a todos e uma dica para quem está com medo ou dúvida em fazer a cirurgia, é a melhor coisa que pode acontecer na vida de quem sofre com isso.

    ResponderExcluir
  72. Sandra para m.J.o- Gostei da sua resposta e com certeza estarei por aí brevemente "lépida e faceira". Amei! Abraços e mais uma vez obrigada.

    Para Henrique e outros parceiros que estão em recuperação: Que bom que está tudo bem com o seu pós operatório, boa sorte e saiba que sinto a mesma alegria que voce: nem se recordar de como eram as dores que nos destruiam em vida. Boa Sorte!

    ResponderExcluir
  73. oi M.JO,faz algum tempo que acompanho seu blog, desde que vc fez a cirurgia, tb preciso fazer Artroplastia na perna esquerda já faz alguns anos que sofro com dores e o médico me indicou a cirúrgia porém tenho protelado esperando que algo novo surja, hoje li sobre Resurfacing/ Recapamento, vc já ouviu falar sobre isso? Seu blog é um bálsamo para quem tem que se deparar com uma cirúrgia como essa, pois só sabe o sofrimento quem tem que passar por isso. Parabéns pela disposição Deus continue te abençoando. Ab.

    ResponderExcluir
  74. Olá, Anônimo
    Já falamos sobre isso aqui no blog. Algumas pessoas depositam grandes esperanças nessa técnica, mas ainda é uma coisa meio experimental, com indicações muito específicas. Dê uma pesquisada nos comentários que você acha.
    Um abraço, seja bem vindo.

    Henrique,
    espero que a dor já tenha sumido, sem deixar saudades.

    ResponderExcluir
  75. Olá M.Jo e leitores.

    Acabo de falar com o meu médico e amanhã já vou começar a colocar um pouco de carga na perna.

    E a maior de todas as notícias é que muito provavelmente Quarta-feira (24/01) opero a outra perna!!!

    Aí sim as dores sumirão por completo!!!!

    E mando a dica para todos novamente "Não tenham medo façam a cirurgia"

    Abração e assim que tiver mais notícias escrevo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito bom, Henrique. Parabéns.
      É sempre bom ouvir boas notícias.
      Volte mesmo.
      Um abraço

      Excluir
  76. Parabéns pela iniciativa do blog. Muito bom!
    Já escrevi ano passado, mas vou retomar minha situação atual
    Meu nome é Roberto, tenho 36 anos, e também tenho deformidades severas nos dois quadris, devido a uma doença chamada legg perthes.
    Procuro fazer de tudo para preservar as articulações do quadril. Tenho uma vida normal: trabalho, mantenho meu peso (181m, 76 kg), faço exercícios, natação, ando as vezes de bicicleta, e até arrisco umas caminhadas longas. Mas de uns tempos para cá, as dores vem aumentando e as limitações também. Já fui em diversos especialistas. Uns dizem que isso é normal, outros que tenho de parar com os esportes, outros dizem que dependendo dos meus cuidados posso passar um bom tempo sem pensar em operar...
    Gostaria de saber de vocês o que acham? Alguem teve legg perthes e operou? Quais os resultados dicas conselhos que podem me passar
    Muito obrigado amigos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Roberto.
      Algumas pessoas que passaram por aqui registraram esse problema de legg perts. Mas a grande dúvida, "operar/não operar" aflige todo mundo.
      Um dos médicos com quem conversei me disse certa vez que "quem sabe a hora de operar é o paciente". Acho que ele tem razão, pelo menos comigo foi assim. Vinha remoendo a questão com meus botões, até que um belo dia acordei decidida a começar a tratar do assunto e procurar um médico.
      E tudo deu certo, felizmente.
      Fico torcendo para dar certo com você também.
      Um abraço.

      Excluir
    2. Obrigado por sua contribuição!

      Como algumas pessoas já escreveram aqui; já me "acostumei" com a dor. Tem dias que as dores aumentam, outros diminuem...

      Como sou bem ativo (trabalho, pratico natação, etc) fico muito inseguro quanto ao pós-operatório. Sei que é uma etapa delicada. Alguns dizem que em um mês já posso voltar a fazer tudo quase normalmente. Outros falam que não é bem assim...

      Outro ponto, é a duração das próteses. Como sou novo, sei que em breve, terei de realizar uma nova cirurgia. Ai, pelo que li a coisa é bem mais complicada...


      Ai tem o plano de saúde. Tenho Unimed, plano antigo. O plano não cobre as próteses, apenas a cirurgia. Alguns dizem para entrar na justiça, outros que devo "migrar" para um plano mais recente...

      Enfim, são diversas dúvidas; poucos certezas, rs

      Excluir
    3. Nós somos muito estranhos, não é mesmo? Quando digo "nós", quero dizer nós os seres humanos. Nos acostumamos tanto a uma condição de vida ruim, desgastante, limitadora, etc que ficamos com medo de arriscar a troca. Preferimos a certeza da desgraça conhecida à incerteza do risco calculado.
      Mas livre pensar é só pensar, como diz o mestre Millor.
      Um abraço, melhoras, muita luz.

      Excluir
  77. boa tarde! sou portador de espondilite anquilosante á 15 anos ( tenho 29 anos ),estou bastante debilitado da perna direita e agora esta começando na perna esquerda.tenho um plano de saude que vai fazer 2 anos em outubro,gostaria de saber com quanto tempo ele irá cobrir minha cirurgia, e se nao cobrir aonde irei buscar ela pelo sus, ja que moro numa cidade perto de caruaru-Pe. precisso muito de suas dicas pq nao ja nao guento tanta dores e estou pronto pra encarar esta cirurgia, pq sei que com ela irei ter uma vida digna. obrigado pela sua atençao. edmar de lima.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Edmar.
      Cada plano de saúde tem suas regras e limites, são muitos diferentes entre si. Tenho dito aqui no blog, e repito agora, que vale a pena tentar a cobertura pelo plano, desde que:
      1 - seja feita por um médico ortopedista especializado em cirurgia de quadril. Cirurgia ortopédica em geral não é especilização suficiente.
      Pode procurar no site da sociedade brasileira de quadril:
      http://www.sbquadril.org.br/socios-ativos.php

      2 - O material a ser utilizado na cirurgia tenha bons padrões de qualidade, durabilidade e atualidade tecnológica, critério que (infelizmente) elimina as próteses e cimentos de fabricação nacional.
      Bons materiais nas mãos de quem sabe usar já são meio caminho andado para o sucesso.
      Você tem 29 anos, é muito jovem, precisa dos materiais mais duráveis existentes no mundo. Menos que isso não serve e 99 não é 100. (aprendi isso outro dia e gostei)

      Um grande abraço, seja bem vindo por aqui.

      Excluir
  78. Boa tarde!!!
    Depois de muito tempo estou retornando pra contar que acabei de fazer a cirurgia,ja estou em casa os pontos ja estao cicatrizando.
    Para o pessoal que perguntou sobre a cobertura o plano fiquem tranquilos minha preocupação tambem era essa, mas entrei na justiça dentro de 4 dias conseui a liminar ,ja marcaquei a cirurgia e fui tranquila dabendo que estava colocando a melhor protese,foi uma benção e mais facil do que eu imaginava...Se alguem quiser tirar alguma duviva estou a disposição meu email é: jaquelinevolei@hotmail.com
    Bjusss a todos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Jaqueline
      Obrigada pelo contato.
      Boa recuperação prá você, que tudo continue dando certo.

      Excluir
    2. Jaqueline, vc entrou com liminar contra o seu plano de saúde? Qual o seu plano? Você colocou qual protese?
      Desculpe tantas perguntas, mas é que eu tentei a liminar contra a Unimed, fiquei mais de 8 meses brigando e não consegui, tive que fazer um acordo e paguei a diferença.
      Boa recuperação.

      Henrique

      Excluir
    3. Henrique o meu medico disse que colocaria a protese ceramica/ceramica e importada devido a minha idade,ele fez uma carta direcionada a Unimed que e o meu plano ,falando sobre a necessidade de colocar a protese importada,o plano negou dai entrei contra o plano e o juiz deu a liminar foi muito rapido dentro de 4 dias que meu advogal pediu ja saiu a liminar.Acabei nao pagando nada para o plano.

      Excluir
  79. BOM DIA, A TODOS QUE PARTICIPAM DESTE EXELENTE BLOG.
    TENHO ESPONDILITE E JA MIM AFETOU O QUADRIL E VOU TER QUE FAZER UMA CIRURGIA, QUE ESTA MARCADA PARA O MES DE ABRIL DESTE ANO, NO HOSPITAL SARAH DE BRASILIA, E GOSTARIA DE SABER SE ALGUEM TEM ALGUMA INFORMAÇAO PARA MIM SOBRE, SE ALGUEM QUE FREQUENTA ESTE BLOG FEZ ALGUM TRATAMENTO NO SARAH, SOBRE AS PROTESES USANDA NO SARAH SE SAO IMPORTADO OU NACIOANAL,, FICO MUITO AGRADECIDO SE ALGUEM PODER MIM AJUDAR,
    CONTATO farias_aluciano@hotmail.com

    ResponderExcluir
  80. Oi, Luciano.
    O Sarah é bom para algumas coisas, ruim para outras. E até onde eu sei, usa material nacional (próteses e cimento). Porque você não pergunta lá e depois nos conta?
    Eu gostaria muito de ouvir a sua opinião.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  81. Ola a todos
    Sou Tereza e fiz a cirurgia a dois meses, como fiz exerto osseo só depois de 3 meses poderei comerçar a ter uma vida normal. Nas ultimas semanas tenho sentido dor na virilha mas só quando sento e vou levantar, depois passa, faleu com o fisioterapeuta ele disse que é muscular, gostaria de saber e com algum de voces isso aconteceu, Temho medico marcado para a primeira semana de fevereiro ai farei a radiografia dos 3 meses.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tb sinto essa dor, é muscular, pois como não faziamos certos movimentos devido a dor, a musculatura não estava sendo exercitada, mas agora que começamos a usar essa dor aparece, mas ela irá sumir.

      Excluir
    2. Oi, Tereza.
      Também sinto. Fui orientada a pegar leve, não abusar nos exercícios. A região que dói é muito perto da prótese, não é bom forçar.

      Excluir
  82. francisco
    fiz artroplastia total do quadril direito em agosto/2000 portanto a 11 anos,queria saber porque até hoje sinto muitas dores musculares as vezes sem condições de por o pé no chão, se alguem puder me ajudar, ou me informar se a operação foi mal sucedida pela fortes dores que sinto, ou se preciso fazer nova artroplastia.
    fran.santos.08@hotmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Companheiro,
      Acho que você precisa urgentemente marcar uma consulta com um bom especialista em patologias do quadril.
      O site da sociedade pode ajudar.
      http://www.sbquadril.org.br/
      Um abraço e melhoras.

      Excluir
  83. Pessoal, amanhã faço a minha segunda ATQ!!! Após 48 dias da primeira cirurgia!!!
    Assim que estiver melhor da anestesia escrevo para vocês.

    Abraços a todos!

    ResponderExcluir
  84. Oi, Henrique.
    Boa sorte, muito sucesso pra você, muita luz e inspiração pro seu médico.
    Depois nos conte como foi.

    ResponderExcluir
  85. m.Jo.
    Gostaria de saber qual e a melhor forma pra se dormi estou sentindo muitas dores nas costas e o medico disse pra dormi do lado da cirurgia mais ainda nao consigo,tenho so 12 dias que fiz a cirurgia.
    Abraços....

    ResponderExcluir
  86. Olá M.Jo.

    Meu nome é Aparecido e também moro em Brasília, desde 1960. Completei 60 anos em setembro passado.
    Sou portador de espondilite anquilosante, diagnosticada após 9 anos de manifestação da moléstia.
    Sofri uma artrose severa na perna direita, com as dores que você conhece bem, até novembro passado.
    Fui submetido a uma cirurgia de recapeamento do quadril direito, pelo Dr. Ricardo Affonso Ferreira em Campinas/SP.
    A cirurgia fui um sucesso total até o momento. Trata-se de prótese total na cabeça do fêmur e no acetábulo,
    Isolando a nervação ali existente. A vantagem aparente dessa espécie de cirurgia é a preservação do estoque
    ósseo para uma eventual segunda prótese, acaso necessário.
    Pesquisei bastante antes de realizar essa cirurgia, e descobri que a maioria das pessoas hesitam muito antes
    de fazê-la, mas não se informam sobre as opções existentes, como, por exemplo, os materiais a serem utilizados e
    os prazos de validade da prótese.
    Gostei de saber do seu blog.
    Parabéns por ele.
    Vamos trocar informações, e quem sabe ajudar outras pessoas a tomar as melhores decisões
    para sua saúde e bem estar.
    Obrigado. Abraços,
    Aparecido.

    O site do IAF é iafortopedia.com.br. Gostei muito do tratamento recebido lá.
    O telefone da clínica é (19) 3345.9100

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Aparecido
      Obrigada pelas informações e indicações.
      Que o seu sucesso continue de vento em popa.
      Um abraço, seja bem vindo ao blog.

      Excluir
    2. Aparecido gostaria de mais informacoes sobre este procedimento,vc poderia dar seu telefone,ou seu email,ficaria muito grata.Pois tenho um filho com 33 anos e Dr.Ricardo se prontificou pra operar,gostaria de tirar duvidas,desde ja agradeco e fica com Deus.

      Excluir
  87. ola tenho 31 anos fez um ano que coloquei uma protese de ceramica ea oito meses venho sentindo fortes dores na parte frontal o rx esta normal sera que terei que fazer novamente essa cirrungia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, anônimo.
      Dor não é normal. É bom ver isso direitinho.
      Melhoras

      Excluir
  88. Olá, tenho 39 anos e coloquei uma prótese de quadril não cimentada, cabeça de cerâmica. Meu médico me liberou há uma semana atrás para andar de muletas e descarregar um pouquinho de peso na perna. Daqui a uma semana ele vai liberar para descarregar um pouco mais e só no dia 25 de fevereiro, ele vai liberar para descarregar todo o peso. Graças a Deus, não tenho dores, faço fisioterapia. Mas tenho medo. Ainda não descarrego o que o médico mandou, só apoio o pé no chão. Sei que cada caso é m caso, mas no caso dessa prótese não cimentada, alguém pode me dizer quanto tempo leva para a gente ter uma vida quase normal? Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Valéria.
      O meu "quase normal" chegou com 4 meses. Ainda usava bengala, mas era mais prá dar apoio moral do que outra coisa.
      Boa recuperação prá você.

      Excluir
  89. Olá pessoal, faz 10 dias que fiz a minha ATQ na perna direita.
    Essa segunda está sendo um pouco mais dolorida que a primeira, um dos motivos foi por ter que aumentar a perma em 2cm para ficar do mesmo tamanho que a outra (antes já tinha 1,5cm de diferença).
    EStou soltando todo o peso na perna que operei em Dezembro para poder levantar da cama, ir no banheiro, mas tenho evitado de ficar andando muito, mesmo com o medico dizendo que est'a tudo bem, prefiro manerar.
    Agora eh so ter paciencia e esperar a recuperacao total... depois curtir a vida sem dor!!!
    Bjao a todos!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Henrique ja faz 22 dias que fiz a primeira ATQ na perna direita estou me sentindo bem o corte ja ta bem seco mais ainda estou com dificuldades pra dormi de lado em cima do corte,qual foi a orientação do seu medico pra dormi de lado?
      Melhoras e abraços!!!!

      Excluir
    2. Oi Henrique, isso aí confiança, boa recuperação.

      Excluir
    3. Jaqueline, estranho seu medico mandar dormir de lado em cima do corte, o certo é dormir de lado com o corte para cima com 2 travesseiros entre as pernas na altura dos joelhos, espero que ajude

      Excluir
    4. Jaqueline,
      É melhor mesmo não dormir em cima da cicatriz, como disse a Tereza. Um dia o desconforto passa e você nem vai perceber quando se virar na cama.
      \o/ \o/ \o/

      Excluir
    5. Oi, Henrique.
      Essa fase exige mesmo muita paciência.
      Mas...
      Cara, você já pensou que vai precisar mandar refazer a bainha das suas calças?
      Você cresceu!
      Um abraço, e parabéns!

      Excluir
    6. Obrigada pelas dicas ,adorei vai me ajudar e muito....bjussss

      Excluir
  90. Olá pessoal...

    Respondendo a pergunta da Jaqueline, eu comecei a dormir de lado comuns 30 dias, mas o meu médico disse que era "preferível" dormir em cima da perna operada, pois com isso não corria o risco da perna escorregar e acabar cruzando, que é o maior risco, mas como tenho um almofadão eu dormia dos dois lados sem correr esse risco.

    M.Jo => Já pensei nas bainhas das calças, mas esse vai ser com o maior prazer que vou refazer....

    Bjao a todos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Henrique valeu pela resposta ,tenho 26 dias da cirurgia e o medico ja liberou mais e horrível dormi do lado da cirurgia mais fazer o que tudo a gente acostuma,tambem tenho colocado uma almofada entre as pernas pra ajudar.
      Abraço

      Excluir
  91. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  92. Olá Amigos sou eu novamente o ALESSANDRO passei para compartilhar mais noticias hoje já fazem 80 dias que estou operado e minha vida mudou totalmente, já estou dirigindo graças a Deus e voltando as atividades aos poucos, pois sou Médico Veterinário e no meu dia a dia é exigido muito do meu corpo devido esforços, segundo o médico daqui mais 3 meses já posso andar a cavalo coisa que achava que nunca mais ia fazer. Digo que voltei a viver novamente, renasci para uma vida nova. Ainda sinto pequenas dores muscular em alongamentos mas dentro do normal e esperado pois já vinha a 3 anos com o problema, mas ta recuperando a cada dia, mas o ponto principal para minha recuperação. Foi que 8 meses antes de eu operar as dores tava insuportável e limitou no meu trabalho então entrei com pedido de auxilio doença no INSS pois temos direito desde que contribuímos, então comecei a fazer fisioterapia e natação de leve mesmo com dores e ia tomando miorrelaxante e anti-inflamatório para aliviar a dor, com isso foi melhorando um pouco a dor e melhorando o encurtamento da musculatura devido limitação dos movimentos, além disso também mudei alimentação buscando uma dieta mais rica, comecei inserindo muito mais frutas na alimentação, verduras de preferência ORGÂNICAS pois as convencionais devido a quantia de agrotóxicos que são ingerido para sua produção estão cada dia mais crescente e tudo isso é ingerido e tem efeito acumulativo no nosso organismo e conseqüentemente ocorre toda uma alteração no mesmo e contribui maciçamente para aparecimento e evolução dos quadros de doenças. Dentro da alimentação ainda encontrei um aliado chamado Broto de Alfafa, que foi indicado por amigo Japonês que já faz uso a mais de 15 anos, o broto de alfafa tem um efeito antiinflamatório além de fortificar o sistema imunológico, auxilia no tratamento da anemia, elimina toxinas, limpa o intestino, fornece magnésio (fundamental para o organismo, pois participa das reações orgânicas) e antioxidantes(capazes de impedir a ação dos radicais livres, que levam ao envelhecimento e doenças). Além desses fatores também comecei a receber Johrei e este aliviava muito a minha dor e permitia dormir melhor. Finalizando quero dizer que o ponto fundamental para vencer este processo que todos nos passamos e alguns ainda iram passar é: a busca constante, o esforço diário, a determinação, a perseverança, uma alimentação saudável pois nada adianta corrigir todos fatores se alimentarmos mau conseqüentemente nosso corpo irá reagir como a causa e efeito. Mas um dos pontos principais que deixei por último é a FÉ, a confiança e a entrega a Deus do nosso sofrimento pois somente com isso iremos ter força para lutar e vencer. Deixo aqui meu e-mail e MSN alessandroprudente@hotmail.com para aqueles que quiser trocar uma idéia e bater um bom papo estou a disposição, um carinhoso abraços a todos e que Deus os abençoe.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Alessandro.
      Veja só: eu nunca pensei em andar a cavalo novamente! Já estava resignada com isso, na minha cabeça essa atividade estava na lista das impossibilidades permanentes. Agora vou querer reconsiderar essa limitação, de repente ela só existe na minha cabeça. Valeu!
      Que o seu sucesso continue!

      Excluir
    2. Oi m.Jo é o Alessandro pois este sonho é possível e me deixou muito feliz, já estou até ensinando meu cavalo para encostar na cerca para ficar mais fácil para subir o dia que chegar a grande hora rsrsrs, quando fizer venho compartilha. E considere pois vai valer a pena. Abraços fique com Deus

      Excluir
  93. ola m.Jo. operei dia 30/1 , coloquei a protese ceramica/ceramica e sinto tanta dor que ate grito as vezes, doi o gluteo a virilha , o corte
    espero q isso passe, quero caminhar , bjuss

    ResponderExcluir
  94. quem escreveu acima foi a regina , bjoss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vai passar, Regina.
      Eu não senti tantas dores, mas cada caso é um caso. Não quer dizer necessariamente que haja algum problema no seu pós-cirúrgico, mas é bom ficar atenta e tirar todas as dúvidas com seu médico.
      Analgésicos, muita paciência, e dê tempo ao seu corpo para se recuperar.
      Um abraço

      Excluir
  95. obrigada m.Jo.
    as dores melhoraram um pouco, meu medico disse no hospital que nunca viu alguém sentir tantas dores como eu, eu chorava só de tentar me movimentar na cama, já estou soltando carga um pouco mais na perna direita, dá a impressão que a protese vai entrar ainda mais no femur, é uma sensação horrível,eu ainda nao consigo fazer nada sozinha, preciso de ajuda pra jantar etc..bjuss

    ResponderExcluir
  96. Oi M.Jo, me chamo Ricardo, tenho quase 35 anos, casado e estou me preparando para uma ATQ lado esquerdo. As minhas dores surgiram a quase 5 anos, e no começo os médicos que eu consultava só apostavam em problemas musculares, até que encontrei um que deu atenção as minhas dores e descobriu o que eu tinha. Hoje estou em tratamento com outro médico por motivos de mudança de cidade, mas esse me da um pouco mais segurança. O meu plano de saúde já aprovou a cirurgia, e estou aguardando o resultado só de um raio-x de torax que foi solicitado pelo anestesista e um exame cardiologico, estou um pouco ancioso/temeroso e sempre me pego pensando na cirurgia, recuperação, etc. Encontrei o seu blog e tenho lido depoimentos que me deixam mais tranquilos, e assim espero que dê tudo certo, assim que tiver os resultados e data marcada volto aqui para informar. GRANDE ABRAÇO.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola Ricardo, sou o Alessandro entendo esse sentimento que ta sentindo, pois eu tbm senti, mas o segredo é entregar mesmo na mãos de Deus e confiar, hoje mesmo em meu trabalho subi uma escada que fazia 2 anos que não podia subir, muita paciência, e aguarda o tempo de recuperação, num custa nada quando vc menos espera ja ta fazendo tudo novamente. Abraços e sucesso na cirurgia

      Excluir
    2. Olá, Ricardo.
      Seja bem vindo ao clube, e boa sorte na sua cirurgia.

      Excluir
  97. ola Alessandro eu sou a Regina , muito prazer em conhecer vc, qto tempo faz que vc operou? eu operei dia 30/1 e ainda nao consigo subir escadas , doi e tenho a sensação que vou despencar no chão, começo a tremer de medo, estou andando só de andador ainda
    bjuss a todos e obrigada, Regina

    ResponderExcluir
  98. Oi, é a Valéria novamente. Hoje faz 77 dias que operei o quadril direito. Agora o médico me liberou para andar sem apoio, mas acho impossível. O meu quadril está torto, o médico disse que aos poucos vai voltar ao normal. Faço fisioterapia e comecei a hidroterapia. Não sinto dores, mas quando vou andar, devido o quadril estar torto, é um incômodo muito grande, além de mancar. o médico disse que não ficou diferença na medida das pernas, que é só o quadril voltar ao normal. Alguém ficou assim, demorou quanto para voltar? Grata, abraços.

    ResponderExcluir
  99. Oi Valéria! Eu sou Sandra que já postei algumas coisas no blog, aliás que amo muito e acompanho tudo todos os dia pois tem sido meu suporte, e estou operada há 79 dias e as vezes parece que estou como voce: com o quadril torto. Acho que deve ser só impressão pois como voce, as minhas medidas estáo iguais nas 2 pernas então é só tempo e muita malhação conforme orientação do médico e fisioterapeutas. Já fiz 43 sessões de fisioterapia e agora comecei mecanoterapia terapeutica(musculação)sob olhares e orientações de um fisioterapia.A próxima etapa será hidroterapia. Tenho dificuldade de começar a andar depois de um tempo parada ou sentada, manco um pouco ainda e depois que "embalo" então ando normalmente.Sinto que a cada dia que passa as novidades são boas e não ter mais dor é o melhor.Neste final de semana viajei e dirigi 260 km. sem sentir nenhuma dor e desci do carro feliz como nunca sem sentir nada!!! Portanto bola prá frente que mais em algumas semanas já estaremos bem melhor.Boa sorte e força.Para m.Jo. meu abraço e eterna gratidão pelo blog e incentivos.

    ResponderExcluir
  100. Grata Sandra, fico feliz por sua reabilitação. A minha prótese foi sem cimento, não sei a sua. O médico ainda não me liberou para dirigir, disse que só daqui a dois meses. Mas eu manco muito, apesar de hoje ser o primeiro dia sem apoio, sem a bengala, mas o incômodo foi demais, fiquei decepcionada, tomara que passe logo. Um beijo e grata pela resposta.

    ResponderExcluir
  101. Oi, Valéria.
    Tenho a sensação de que comigo está acontecendo exatamente o contrário do que você relatou: eu estou desempenando.
    Tenho uma escoliose lombar, velha de guerra. Antes da cirurgia,quando ficava de pé, sempre me apoiava em apenas uma das pernas, com o quadril meio rotacionado. Hoje em dia paro apoiada sobre as duas pernas, com o peso distribuído por igual, naturalmente, sem nem perceber.
    A primeira diferença postural que notei em mim foi quando consegui ficar em pe, com os pés juntos e os joelhos esticados. Na época até fiz um post aqui no blog para celebrar o acontecimento.
    Não é só o tamanho das pernas que merece atenção. O eixo/alinhamento delas também é muito importante.
    Sem querer fazer terrorismo, acho que você faria bem em procurar compreender melhor esse negócio de quadril torto.
    Um grande abraço, e melhoras.



    Sandra,
    Obrigada pelas palavras gentis, pelo incentivo.
    E que sua recuperação continue cheia de sucesso.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  102. Grata, Jo obrigada pela atenção. marquei uma consulta com o médico para dia 05/03. Vou pedir esclarecimentos. um abraço.
    Valéria

    ResponderExcluir
  103. Oi Valéria:
    É Sandra novamente.
    Obrigada pelo incentivo na recuperação. A minha prótese também não é cimentada. Espero que voce esteja melhor das dores e com ajuda do médico certamente voce terá um final feliz movido a duas pernas super ativas.Abraços.

    Bom domingo a todos e a m.Jo. também!

    ResponderExcluir
  104. Olá!
    Parabéns pelo blog! Li e reli vários comentários e relatos!
    A 2 anos sofri um acidente de moto onde fraturei o quadril e femur.
    Também criei um blog 10 dias após o acidente para tratar dia a dia a minha recuperação!
    Hoje também já tem muitos acessos!
    Vamos trocando informações de "cada dia uma vitória"
    O blog é www.euvoumerecuperar.com
    Abraço pessoal e parabéns pelo blog!

    ResponderExcluir
  105. Tenho 60 anos, feitos agora em janeiro, e vou precisar colocar uma prótese. O meu problema é de nascença. Tenho apenas 1,39 mt, pois meu femur não se desenvolveu. Vim levando a vida até hoje mas agora não dá mais. Como o médico me falou ontem, eu não ando mais, estou me arrastando. O pior é a dor, intensa, 24 h por dia. As vezes choro por não aguentar. O q me vale é a minha esposa q me dá um apoio impressionante. Creio q se não fosse ela eu não teria aguentado até agora.
    Estou começando a fazer vários exames para encarar a cirurgia. Pra completar, tb sou diabético e tenho 2 stents no coração ou seja, é uma complicação só :-))
    Espero q minha cirurgia corra bem, apesar de todos os problemas q tenho. Lí q é muito dificil ter algum problema mas, como sou "diferente", pode acontecer alguma coisa.
    Quando for marcada avisarei, e espero contar com a força de todos.
    LF

    ResponderExcluir
  106. Oi, LF
    Preparação e bom planejamento são a base do sucesso. A começar pela escolha do médico, que tem que estar capacitado adequadamente, à altura do desafio. Cada situação tem suas particularidades, E todas precisam ser corretamente avaliadas para diminuir o espaço das zebras.
    De qualquer forma, boas energias sempre fazem bem, e você pode contar com a nossa torcida a favor.
    Avise mesmo, nossos anjos da guarda vão estar todos de plantão.
    Um abraço, seja bem vindo.

    ResponderExcluir
  107. Oi LF, meu nome é Helio, também tenho prótese, pode encarar numa boa, quem se depender da fé de todos deste blog você em breve já vai estar até andando de bicicleta.
    Aproveito para perguntar se alguém já teve a informação de que para uma durabilidade maior da prótese devemos economizar passos, ou seja não fazer muitas caminhadas.

    ResponderExcluir
  108. Sou Usuário de Prótese no colo do femur, isso da aposentadoria?, obrigado!!!! gsestudiobr@hotmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que não, gsestudiobr.
      Espero que com a colocação da prótese você recupere a sua qualidade de vida e plena capacidade para exercer todas as atividades da vida diária.
      Um abraço, seja bem vindo.

      Excluir
  109. Prezado LF:
    Sou Sandra.Coloquei prótese há 84 dias e hoje pela manhã consegui pela primeira vez após a cirurgia, cortar e olhar as unhas dos pés.Foi uma alegria muito grande pois não fazia isso há uns 3 anos. Minha torcida é para que você vá em frente pois as ocorrencias no meio do caminho os médicos vão contornando já que hoje a Medicina conta com muitos recursos e estaremos em oração pela cirurgia e restabelecimento.Boa Sorte.

    ResponderExcluir
  110. ola M.Jo e todos do blog, bom dia,
    Hoje faz 30 dias que operei,melhorei muito, da ultima semana pra cá, ja estou dirigindo e usando só uma bengala de apoio, estou andando bem! alongando e fazendo fisio todos os dias, não vejo a hora de colocar um tenis e fazer minha primeira caminhada , e tb de nadar sem dores,
    Gostaria que vcs que ja colocaram protese me falassem se a perna fica dura mesmo, a minha esta bem dura e pesada, no começo é assim?
    e se o joelho doi mesmo, o meu joelho da perna operada doi mto depois da cirurgia

    obrigada , Regina

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Regina
      Acho q a perna fica mais pesada mesmo, porque a prótese pesa + que o pedaço de osso que é retirado.
      Mas tive que reaprender a dobrar a perna. Depois da cirurgia, era como se algum comando interno tivesse sido desprogramado e eu não conseguia movimentar nada. Felizmente, o problema sumiu na primeira sessão de fisioterapia, ainda no hospital.

      Excluir
    2. Oi M.Jo,fui ao medico ele disse q a dor no joelho é normal, e a fisio mais pesada começei essa semana , esta dando um bom resultado, ja estou so com uma muleta, qdo vc tirou completamente a muleta?
      as dores tb melhoraram muito, so sinto sor qdo fico sentada, bjuss
      obrigada!Regina

      Excluir
  111. M. Jo e todos do blog, bom dia
    Minha sogra quebrou a perna e colocou uma protese, ela tem 85 anos e está precisando de uma cuidadora, por acaso alguém sabe como procurar uma pessoa assim, sou da cidade de Santos e não sei nem por onde começar. Agradeço se alguém puder informar.
    Renata

    ResponderExcluir
  112. Você pode começar a procurar no hospital onde ela fez a cirurgia, o pessoal de enfermagem costuma ter contatos.
    Existem também empresas especializadas em home care.
    Não é muito fácil, mas tbém não é tão complicado assim. E sempre cheque as referências.!!!

    ResponderExcluir
  113. Boa Noite a todos! meu nome é Ricardo e postei a alguns dias atras (22/02). Hoje fui a uma consulta com o médico que fara minha cirurgia para tirar alguns duvidas, pois a mesma esta marcada para próxima sexta-feira (09/03), e uma das coisas que fiquei sabendo foi o tipo/marca da prótese, e gostaria de saber se alguém pode me falar algo sobre ela. A prótese é LEPINE, CERÂMICA+CERÂMICA, NÃO CIMENTADA.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Minha prótese também é cerâmica+cerâmica não cimentada. Não sei a marca (devia saber).
      Consta serem mais duráveis do que as próteses cimentadas.
      Boa sorte na sexta, depois volte prá nos contar.
      Um abraço.

      Excluir
  114. Olá M.Jo, meu nome é Linda,53 anos, sou de Curitiba. Já estive por aqui há algum tempo e sou frequentadora assídua do seu blog. Sou muito grata a voce e a todos que postam suas experiencias. Minha cirurgia será dia 13/03, nem preciso relatar minha ansiedade! Se Deus quizer em breve voltarei para dar notícias e retribuir a ajuda que tive nos momentos de indecisão e dúvidas.
    Abraço,
    Linda

    ResponderExcluir
  115. Ola meu nome é Rodger tenho 26 anos e eu tenho necrose acéptica idiopatica e fiz uma cirurgia de enxerto no quadril esquerdo em 2010, só que não deu certo e acabei colocando protese total em outubro de 2011 e agora estou fazendo fisioterapia e a perna não esta doendo, mas agora a perna direita começou a doer, menos do que doia a esquerda mas estou com uma dorzinha chata na virilia e na coxa M.Jo sera que esta dando o mesmo problema na outra perna porque pelo que vi aqui no blog muitos tem que colocar nos dois lados. obrigado e força a todos!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tomara que não, Rodger. Mas é bom ficar de olho nisso, principalmente porque sua necrose é de causa desconhecida (idiopática).
      Sucesso na sua recuperação.

      Excluir
  116. Outro dia mandei um comentário. Agora vai outro. Estou me preparando para colocar uma prótese no lado direito. Depois de 6 meses, vai no lado esquerdo. Tenho problema desde q nasci. Meu femur não se desenvolveu e sou bem baixo, 1,39 mts. Agora a dor intensa me obrigou a colocação das próteses. O pior é q tb tenho diabetes e 2 stents no coração. Estou indo a vários médicos para diminuir o risco da cirurgia. E ainda tem o problema do plano de saude, a unimed, se recusar a pagar. Aí ainda vai ter briga na justiça. Mas vamos em frente. Tem dias q estou bem, em outros meio deprimido. Creio q é assim mesmo. Vou manter a todos informados. Obrigado pelo espaço existir.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, LF (é você, não?)
      É assim mesmo. Uns dias chove, noutros dias bate sol. E a gente vai levando.
      O espaço é seu também, volte quando quiser.

      Excluir
  117. João Batista13/03/12 06:07

    Olá m.Jo. e todos os leitores e comentaristas do blog!
    Sou o João Batista de Brasília e tenho lido o blog há uns 6 meses. Como tenho artrose no lado esquerdo, com indicação de ATQ, a leitura dos comentários do blog foram fundamentais para minha decisão para a realização da cirurgia. Já está marcada. Será no próximo dia 31/março.
    Gostaria de pedir algumas informações sobre o pós-operatório. Vamos a elas:
    Qual é melhor, a muleta CANADENSE, ou a tradicional? Qual o tempo necessário do uso de muletas após a cirurgia?
    O complemento do assento do vaso sanitário, deve ser usado por quanto tempo?
    A cadeira de banho, é realmente necessária? Caso seja, deverá ser usada por quanto tempo?
    Se vocês puderem me ajudar com as respostas, desde já um grande abraço, e sucesso a nós todos frente a esse problema

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ê João! Está chegando a hora!
      Vamos lá:

      - Eu prefiro muleta axilar. Dá mais firmeza, segurança e equilíbrio. E não precisa fazer tanta força como com a canadense. O truque é uma boa regulagem na altura e no apoio das mãos (são 2 regulagens diferentes). Importante: o apoio é na mão, com o braço esticado. Não é na axila. Uma dica: compre ou alugue antes da cirurgia, faça as regulagens necessárias e treine para se familiarizar.

      - Eu usei 2 muletas axilares, alternando com o andador, durante o primeiro mês. No segundo mês usei só 1 axilar. No terceiro mês troquei a muleta por uma bengala. Tem gente que tem vergonha de usar bengala e prefere trocar a axilar por uma canadense.

      - Assento elevado do vaso: use pelo tempo que quiser, você vai ver que é mais confortável.

      - Cadeira de banho: é outro grande conforto. Muito melhor do que ficar se equilibrando num pé só como saci. Quando vc for liberado para pisar normalmente, não vai precisar mais do banco.

      - Para o sabonete não escapulir: bote o sabonete dentro de uma meia de nailon de mulher, e deixe amarrado na torneira do box. Vai ser muito chato se ele cair no chão e vc tiver que pegar.

      Eu não gosto de comentários do tipo "faça assim, faça assado", mas acabei de produzir um. Enfim, foi desse jeito que eu me virei.

      Um abraço e muito sucesso na cirurgia.

      Excluir
    2. João Batista14/03/12 08:19

      Olá m.Jo.
      Muito obrigado pelas dicas.
      Vou começar o "test drive" hoje mesmo.
      Depois de ler toda (ou quase)web sobre ATQ, posso afirmar com absoluta segurança, que o blog criado por você tem prestado um serviço inestimável a todos que penam com os problemas de quadril.
      Aqui obtive muito mais informações que os sites de renomadas clínicas.
      Novamente meus sinceros agradecimentos, e um forte abraço,
      João

      Excluir
  118. Boa noite pessoal! como postei dias atras, fiz minha cirurgia agora dia 09/03 e recebi alta hoje pela manhã, estou em casa tentando me adaptar a nova realidade, e com muito medo de fazer algo errado, mas minha esposa esta me dando muito apoio e me animando....abraço a todos e logo, logo, portarei algo mais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Ricardo
      Uma boa recuperação para você, estamos na sua torcida.
      Um abraço, volte para contar.

      Excluir
  119. Só complementando o post de cima me chamo Ricardo.

    ResponderExcluir
  120. Só para complementar, o post do dia 12/03 as 7:55 pm: Meu nome é Luiz Fernando, moro em Vitória, ES. e tenho 60 anos.

    O meu problema tem sido, como falei antes, a instabilidade emocional. Tem hora q estou bem tem outras q estou mal, como fiquei ontem a noite em q chorei quase meia hora seguida. Minha mulher fica louca, sem saber o q fazer. Aliás, ela é um presente q Deus me mandou. Tem 31 anos. Cuida de mim q é uma mravilha. Meus filhos, q são da idade dela, a adoram. A bem da verdade, não foi um presente q Ele mandou: Ela é um anjo q veio para me cuidar. Se não fosse por ela, não sei como eu estaria hoje. Vamos em frente q ainda tenho muita coisa para fazer antes de operar inclusive, como o ortopedista pediu, vou ter q acertar os dentes. Ele não quer nada q possa resultar em infecção. Creio q nem todos os medicos avisam sobre isso.

    ResponderExcluir
  121. Esse é um ponto importante, Luis. Dentes mal cuidados são um perigo para quem tem prótese. Risco sério de infecção. Bem lembrado.

    No mais, desejo que você seja muito feliz. Dá um certo trabalho, não sai de graça É preciso dedicação, vontade, persistência e coragem. Mas vale muito a pena, juro!
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  122. Olá pessoal, estive por aqui há alguns dias. Fiz minha cirurgia em 13/03 e dia 16 ja estava em casa. No primeiro dia após a cirurgia o médico quiz que eu andasse ´(com o andador), podendo por peso normalmente. Há várias limitações de movimentos que aos poucos e com a fisioterapia é que poderei ir me adequando. Dor apenas no corte, como em qualquer cirurgia e também como se tivesse caído de bumbum no chão. Há também o fator medo que como em qualquer situação é um mal necessário, que as vezes temos que ignorá-lo pra podermos "seguir adiante". Estou a disposição no que puder auxiliar com maiores detalhes. cesarelinda@hotmail.com Boa Sorte a todos.
    A M.Jo mais uma vez meus agradecimentos pelo blog e também pela dica do sabnonete na meia.
    abraço Linda, Curitiba

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Linda,
      Parabéns pelo sucesso da cirurgia, e que continue de vento em popa.
      Obrigada por compartilhar.

      Excluir
  123. Ola estou voltando para dar a noticia de que estarei realizando minha segunda cirurgia amanha apos dois meses da primeira,estou muito feliz e tranquila pois sei que as dores vão sumir rsrssr.Que Deus abençõe a todos ....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Jaqueline
      A resposta demorou mas a torcida estava junto, pode ter certeza.
      Muito sucesso na sua recuperação.

      Excluir
  124. M.Jo obrigada pelas informações, fiz minha cirurgia na perna direita, hoje tem 3 semanas, estou cansada de ficar em casa, estou bem quase sem dor nenhuma, mas a dependencia das pessoas ainda é grande.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Paciência, colega. Vai passar.
      Melhoras prá você.

      Excluir
  125. Bom Dia pessoal! Hoje faz 15 dias que operei; estou andando com bengala e distribuindo bem o peso sobre as duas pernas, quando canso uso o andador. Tambem tenho dor no joelho (que está diminuindo com a fisioterapia) e tive inchaço do joelho prá baixo que foi resolvido com drenagem linfática. Tomo banho, subo e desço escada com a bengala e usando o corrimão; apenas não me abaixo por nada (caiu fica! rsrsrs)
    Amanhã vou retirar os pontos e ter nova avaliação médica.
    Abraço e Boa Sorte a todos.
    Linda

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Linda.
      Que bom que está tudo bem! Tomara continue assim!
      Um abraço, boa recuperação.

      Excluir
  126. Complementando o post acima, Tomo banho e subo/desço escada "sozinha". abraço Linda

    ResponderExcluir
  127. João Batista29/03/12 09:36

    Pessoal, muito obrigado pelas dicas até aqui.
    Faço a cirurgia no próximo sábado (31/03). Retornarei para contar como foi.
    Só mais uma dúvida: após a cirurgia a alimentação deve ser alterada, ou permanece a normal?
    Abraço a todos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi joão ja fiz duas cirurgias estou me recuperando da segunda faz uma semana hoje,estou muito bem,quanto a alimentação o meu medico disse que posso comer de tudo,mais sempre cuidando para nao engordar temos que manter o peso pra nao forçar muito a protese...bjusss e boa sorte.
      Que Deus te abençõe nesse momento.

      Excluir
    2. É hoje!!!
      João, a Jaqueline falou tudo.
      Encomende as suas comidinhas favoritas e seja feliz.
      Um abraço, sucesso.

      Excluir
  128. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  129. Bom dia a todos! me chamo Ricardo e coloquei uma postagem aqui no dia 22/04/2012, e estou retornando aqui para falar que hoje ja fazem 32 dias pós-cirurgico e estou me sentindo muito bem, nada de dores, já comecei a pisar e estou me preparando para andar sem as muletas.
    Abraço a todos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ricardo.
      Mais um sucesso nos registros do blog!
      Vejo que vc está mais confiante, sem tanto medo de fazer alguma bobagem.
      Parabéns e que a sua recuperação continue de vento em popa.
      [Achei suas postagens de 22/2, 5/3 e 13/3. Fica me devendo a de 22/4, ok?].

      Excluir
  130. oi me chamo lila, gente alguem sabe me dizer quanto tempo leva da primeira cirurgia até fazer a segunda ja que no meu caso tenho de fazer nas duas pernas desde já agradeço pela ateçao.

    ResponderExcluir
  131. opa!!! data errada!!! rsrsrsrs...com certeza volto aqui para postar no dia 22/04. Grande Abraço.

    ResponderExcluir
  132. Angela.
    Olá pessoal meu pai tem que fazer a cirurgia mas não tem plano de saude e pelos SUS não tem data para ser operado,ele tem 67 anos e está sofrendo muito. Alguém sabe quanto fica uma cirurgia particular? Pode indicar algum médico em BH? Obrigada.

    ResponderExcluir
  133. Olá Angela, m.jo e todos do blog.
    Tenho 55 anos e fiz minha cirurgia no quadril esquerdo em 08/02/12 , hoje já estou muito bem e desde o dia 21/02 já estou liberado para dirigir, trabalhar, etc. Não sinto nenhuma dor. Quem fez a minha cirurgia foi o Dr. Edson Barreto Paiva aqui de BH, excelente médico. A cirurgia foi realizada no Hospital Biocor.
    m.jo, já acompanhava seu blog a varios meses, e me foi muito útil. Abraço a todos !
    Rogério > email:rabm10@terra.com.br

    ResponderExcluir
  134. Corrigindo, estou liberado desde o dia 21/03.
    Abr.,
    Rogério

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Rogério.
      Obrigada pela indicação, espero que seja útil à Ângela e a outros belorizontinos.
      E que a sua recuperação continue bem sucedida.
      Um abraço.

      Excluir
  135. Ola! Boa tarde! M.Jo,lembra de mim? Como vc esta? Gostaria de dizer que ja vao fazer 02 anos em junho que fiz a minha artroplastia total do quadril esquerdo e estou me sentindo maravilhosamente bem. Gracas ao Bom Pai,esta correndo as mil maravilhas,e espero que seja durante muitos e muitos anos. Um abraco para vc minha amiga que me ajudou muito quando precisei e estou vendo que tem ajudado muitas pessoas com o seu blog. Que Jesus continue te abecoando e iluminando,um beijao!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Marta!
      Claro que me lembro, você deu dicas valiosas a muita gente que passou por aqui.
      Fico feliz em saber que as coisas continuam nos trilhos, cheias de sucesso.
      Não suma não, volte de vez em quando para um alô e um cafezinho.
      Bjks

      Excluir
  136. Olá M.Jo.e todos os artroplastados deste valioso blog.Endosso as palavras de Marta, acima citadas acerca da ajuda e apoio de M.Jo. nas nossas lutas pela melhoria de vida e sucesso em nossas cirurgias e nova caminhada.Logo fará 4 meses que fiz artoplastia total do quadril direito , estou muito bem, apesar de ter caido no quintal em 24/03 e ter fraturado" algumas costelinhas" já estou quase boa novamente.Doeu muito!!!! Tive que interromper o tratamento de fisioterapia (mecanoterapia) mas espero nesta semana retornar a todas as atividades.Abraços a todos e em especial a M.Jo.
    Sandra (Mogi das Cruzes-SP).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eitcha, Sandra!
      Que susto, hein? Não dá prá descuidar, precisamos estar sempre atentas para evitar acidentes.
      Estimo as suas melhoras, e vou torcer para que a sua cota de contratempos já tenha se esgotado.
      Um grande abraço.

      Excluir
  137. olá M.jo estou tão confusa fiz artroplastia total do fermur.so que afetou o nervo ciático.Faz 3 anos que estou afastada do trabalho mal saio de casa...O que me deixou mais confuso qdo fui na pericia do INSS p/ prorrogar o auxilio doença ele me informo que o médico houve erro cirurgico..ainda disse pra mim que o brasileiro e mole que ele faz cirurgia a 32 anos e nunca houve esse erro .até fez comparaçao como uma pessoa faria cirurgia no no braço e o bisturi caisse no olho agora tenho que fazer a perna esquerda não sei o que fazer .E fiz no hospital são luiz Nem sei o que fazer mais sem rumo.

    ResponderExcluir
  138. Minha cara Anônima,

    Erro médico é assunto muito sério. Precisa ser tratado com profundidade, não cabe num comentário de poucas linhas.
    Eu não sei o que lhe dizer. Fiz uma pesquisa rápida no google e achei algumas coisas preocupantes para quem, como nós, se enquadra na condição de "padecente".
    Para caracterizar uma cirurgia mal sucedida como resultado de "erro médico" é preciso superar uma infinidade de firulas jurídicas que, aos meus olhos, parecem existir apenas como escudo corporativo para maus profissionais. Um absurdo. O pessoal dá nó em pingo dágua para definir o que seria uma conduta culposa por imprudência, negligência ou imperícia, e para estabelecer um "nexo causal" entre essa tal conduta culposa e a m3rd@ feita.
    Enfim...
    Parece que você tem dois assuntos prá resolver.
    O primeiro, se caberia ou não buscar reparação judicial pelo problema do nervo ciático. Sugiro que você comece a sua própria pesquisa e busque ajuda especializada. Por falar em especialização, cabe perguntar se o médico que te operou é mesmo especialista em quadril com certificação reconhecida pela Sociedade Brasileira de Quadril. É o mínimo.

    A segunda questão é o que fazer com a outra perna. Sinceramente, a relação de confiança médico-paciente é essencial. Eu não entendi a história da mão furada, mas não gostei. Como assim? O sujeito deixa cair o bisturi no olho do outro e fica no "ups, foi mal"?

    Segue o link da sb-quadril, se você precisar procurar outro médico.

    http://www.sbquadril.org.br/socios-ativos.php

    Um abraço e volte para nos atualizar, ok?

    ResponderExcluir
  139. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  140. Olá M.jo
    Obrigada por ter respondido..queria falar sobre isso um pouco ...esse link que vc me passou eu consultei e o meu Médico esta cadastrado ,dia 03/4 marquei uma consulta com outro médico vamos ver que vai dizer apesar que nenhum médico vai querer falar sobre o assunto por causa da ética médica deles . O meu médico ele atende no hospital São paulo tboutra coisa que tinha esquecido ele mandou eu passar num meuro amigo dele uns dos melhores de São paulo foi pior ele não falou nada so disse que ia ficar com sequela que talvez tinha que andar apoada em algo esse médico me envio cartão com o novo endereço qual a minha surpresa ele e ortopedista especialista em mão..comentei isso com o périto do INSS ,sabe que o périto disse que meu médico queria jogar a bomba pra o outro.
    Mas creio que vou vencer..e tomar as atitudes corretas.marcinhalopes40@hotmail.com
    Obrigada
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Márcia,
      Vou torcer para q vc consiga o melhor. Quem sabe esse perito do Inss não te ajuda também?
      Um abraço e melhoras.

      Excluir
    2. Creio que tudo vai dar certo...estamos nesse mundo pra lutar. E Deus para nós levantar qdo cairmos.

      Obrigada
      Marcia

      Excluir
  141. João Batista30/04/12 16:08

    Olá m.JO. e todos os leitores e comentaristas do blog.
    Aniversário de 1 mês da ATQ esquerdo, feita no hospital Santa Helena em Brasília, com o dr. Patrick Godinho!
    Além de agradecer as dicas aqui encontradas, gostaria de deixar um breve relato desse período:
    Aquelas dores insoportáveis que motivaram a cirurgia ficaram lá no centro cirurgico. Nunca mais as tive.
    As dores decorrentes da cirurgia duraram uns dez dias e foram levadas numa boa com DIPIRONA. É verdade!
    Com 20 dias de cirurgia aposentei as muletas.
    Estou fazendo fisioterapia 5 vezes por semana, e me sentindo muito bem.
    Para terminar, gostaria de dizer a todos que estão em dúvida para realizar a cirurgia, que procurem um médico filiado a Sociedade Brasileira do Quadril e façam logo essa cirurgia. Dores, nunca mais.
    abraço a todos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Coisa boa, João!
      Que o sucesso continue de vento em popa.
      Cada vez melhor.
      Um abraço

      Excluir
  142. Olá João Batista. Sou Sandra e fiquei muito feliz em ler sua postagem acima acerca de sua cirurgia.Ficar sem dores e feliz para nós é sem duvida um presentão de Deus. Boa Sorte.

    Para M.Jo.- já estou bem das fraturas das costelas e obrigada pelas palavras de conforto e animo.
    Abraços a todos e bom feriado a todos sem as dores.,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sem dores e sem novos sustos, né?
      Bom saber de suas melhoras.
      Bjks.

      Excluir
  143. Boa Noite a todos. Hoje estão fazendo 54 dias da minha ATQ esquerdo e estou me sentindo muito bem, ja larguei as muletas e estou fazendo pequenas caminhadas, ainda manco um pouco mas por medo mesmo, mas o resto esta tudo bem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E com certeza ainda vai melhorar muito, agora que o pior já passou.
      Tome cuidado com suas costelas.
      Muito sucesso na sua recuperação.

      Excluir
  144. Parte I

    Oi pessoal!

    Encontrei este blog e achei interessante ver tantos relatos de quem passou por problemas no quadril. M.Jo., sua iniciativa de criar este espaço para compartilhar experiências foi muito boa. Eu cheguei a criar um grupo no Orkut em 2004 quando passei pela minha primeira cirurgia, mas atualmente não acompanho o grupo. Eu sei que ajudou muitas pessoas, inclusive para várias que estavam desenganadas, eu indiquei meu médico. Muitas pessoas conseguiram operar com ele e levam uma vida muito melhor.

    Vou contar um pouco da minha história. Eu tive displasia do quadril direito e por falha médica (na Inglaterra, onde nasci) não fui diagnosticada com o problema após nascer. Somente com um ano de idade, ao tentar andar e sempre cair, é que foi notado o problema. Aí já era tarde demais para corrigí-lo sem intervenção cirúrgica. Eu fui uma das primeiras no Brasil a ser operada para corrigir a displasia, em 1980. Passei por duas cirurgias, uma para reposicionar a cabeça do fêmur para o local correto, mas como não foi suficiente, passei por outra para fazer um enxerto ósseo com o próprio osso do meu quadril, para segurar a cabeça do fêmur corretamente no soquete da bacia. Fiquei em torno de 8 meses com as duas pernas engessadas. Foi penoso, mas me recuperei e pude ter uma infância e adolescência razoavelmente normal. Eu sentia um pouco de incômodo na região e às vezes passava alguns períodos mancando, mas depois voltava ao normal.

    ResponderExcluir
  145. Parte II

    No início de 2004, na época com 25 para 26 anos, comecei a marcar e sentir dor no quadril direito. Achei que iria passar como das outras vezes, mas as semanas e os meses foram passando e não melhorava, só piorava. Piorou tanto que eu não conseguia nem abaixar para amarrar o sapato. Andar mais de 100 metros era um sacrifício e eu só conseguia subir escadas de lado, parecendo um caranguejo. Logo após estes sintomas não darem sinais de irem embora tão cedo, comecei a peregrinação por vários médicos. Já foi difícil conseguir um diagnóstico adequado, porque pediam exames caros que meu plano não cobria. Mesmo sem o diagnóstico claro, já me falavam que eu não tinha a opção de operar, dizendo que eu era muito nova e que as próteses não duravam muito tempo para jovens. Ao sair das consultas, me ofereciam apenas antiinflamatórios e remédios para dor, que não tratariam o problema. Começou a bater um desespero, eu não queria ficar numa cadeira de rodas, deveria haver alguma solução! Liguei para o plano de saúde que eu tinha na época (felizmente um plano bom), e pedi para me indicarem um especialista em quadril para que eu pudesse marcar uma consulta. Tive a sorte de ser indicada ao Dr. Edmilson Takehiro Takata (em São Paulo). Cheguei ao consultório e ele ouviu meu histórico e pediu um raio-x, que fiz lá mesmo. Com o raio-x ele me explicou o que estava acontecendo, mostrou que a cartilagem estava gasta e que eu já tinha machucado os ossos da articulação, por isso tinha limitação de movimento e dor. Em poucos minutos, eu tinha o diagnóstico de artrose e todas as minhas dúvidas sanadas. No estado que eu estava, a única solução era a cirurgia para colocação da prótese, e que só dependia de mim escolher o momento que eu achasse adequado operar. O que foi melhor, é que ele foi o primeiro a me falar da prótese de cerâmica, que é a mais indicada atualmente para pacientes novos, pela sua durabilidade prevista. Isso foi um alento para mim, porque até esse dia, eu não tinha esperanças. Apesar do medo da cirurgia, já planejei fazê-la naquele mesmo ano. Então minha segunda cirurgia aconteceu em dezembro de 2004, para a colocação de uma prótese de cerâmica (artroplastia total do quadril). Fiquei 90 dias em casa me recuperando e voltei muito feliz ao trabalho e minha vida, sem as limitações e dores que estava sentindo. Só passei um período mancando um pouco, porque estava condicionada a isso, já que eu estava mancando muito antes de operar. Depois de algum tempo e exercícios de marcha, voltei a andar normalmente. Após a plena recuperação, retomei minhas atividades físicas, como hidroginástica, academia e dança, mas evitando tudo que fosse gerar impacto.

    ResponderExcluir
  146. Parte III

    Estava tudo ótimo até o final do mês passado, quando consegui a proeza de quebrar a parte de cerâmica da minha prótese (a bola artifical do fêmur), enquanto estava dançando numa festa de casamento. Eu estava dançando animadamente e acabei pulando um pouco, o que eu não deveria fazer... e ouvi um estalo e logo em seguida comecei a marcar. A dor não foi grande, por isso achei que só tinha dado um mau jeito. No dia seguinte fui para o pronto socorro e o raio-x revelou que eu tinha quebrado a prótese. Lá fui eu de novo operar para trocar a prótese... a operação foi no dia 23/04/2012. Felizmente consegui operar com meu médico e correu tudo bem! Agora estou no período de recuperação em casa. O susto foi grande! No entanto, eu suspeito que eu já havia causado algum dano prévio na prótese, pois eu havia caído alguns dias antes e ela também fazia alguns barulhos em determinadas posições... mas não dá pra ter certeza. De qualquer forma, eu sou um exemplo do que pode acontecer se não seguir as recomendações... evitem pular e qualquer outra forma de impacto para este tipo de prótese! Mas não se assustem, é muito raro um caso de quebra como o meu, então não é qualquer coisa que vai causar isso... é só tomar cuidado mesmo.

    Estou confiante que voltarei a andar tão bem como depois da primeira cirurgia e vou tomar bem mais cuidado dessa vez para que a prótese dure pelo menos 30 anos! Eu sou grata por existir este tipo de solução, porque sem isso não teria feito tantas coisas como fiz. A primeira prótese durou um pouco mais de 7 anos, mas foram 7 anos bem vividos. Agora quero conseguir a maior kilometragem possível desta nova prótese (como a tecnologia da cerâmica evoliu ainda mais, essa deve ser ainda mais difícil de quebrar), para aproveitar vários anos mais!

    Abraços a todos!
    Victoria

    ResponderExcluir